DIÁRIO OLÍMPICO – episódio 10

Foi encerrada a 1ª fase dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, no naipe feminino. Jogando pelo grupo A, o Brasil derrotou o Quênia por 3×0, garantindo a liderança da chave, com 14 pontos. Ainda pelo mesmo grupo, a República Dominicana conquistou classificação em 4º lugar, após vitória contra o Japão, em confronto direto. Fechando o rol de classificados do grupo, em 2º e 3º lugar, Sérvia e Coreia do Sul.

Pela outra chave, os Estados Unidos bateu a Itália, ficando com a liderança do grupo B. Mesmo com a derrota, as italianas terminaram na vice-liderança do grupo. As outras duas seleções classificadas da chave são o Comitê Olímpico Russo e a Turquia. Em confronto direto, a Turquia escapou do Brasil, ao derrotar as representantes russas, por 3×2, deixando o confronto nas quartas-de-final com as brasileiras para o Comitê Russo.

Em seguida ao fechamento da 1ª fase da Olimpíada de Tóquio, foram sorteados os confrontos da próxima fase. Como foi dito acima, o Brasil enfrentrará o Comitê Olímpico Russo. O vencedor desse confronto pega o vencedor do jogo entre Coreia do Sul e Turquia nas semifinais. No outro lado do chaveamento, os Estados joga contra a República Dominicana. O vencedor desse confronto pega o vencedor do jogo entre Itália e Sérvia nas semifinais.

Episódio 10

Abrindo a última rodada da fase classificatória, Sérvia e Coreia do Sul se enfrentaram pelo grupo A. Sem resistências das coreanas, a Sérvia dominou o jogo do começo ao fim, conquistando uma vitória por 3×0, com parciais de 25/18, 25/17, 25/15. Boskovic marcou 13 pontos pela Sérvia. Já a ponteira Kim marcou 9 pontos pela Coreia.

Na sequência de jogos do dia, pelo grupo B, Itália e Estados Unidos duelaram pela liderança da chave. Em partida decidida apenas no tie-break, melhor para a seleção estadunidense, com parciais de 21/25, 25/16, 25/27, 25/16, 15/12. Egonu da Itália foi a maior pontuadora do confronto com 28 pontos. Pelos Estados Unidos, Drews marcou 22 pontos.

A seleção norte-americana, líder do grupo da morte/Divulgação FIVB

Ainda pelo grupo B, Turquia e Comitê Olímpico Russo entraram em quadra valendo fugir do confronto contra o Brasil na próxima fase. Em mais um jogo decidido no set desempate, a Turquia venceu a partida, por 3×2, com parciais de 21/25, 25/23, 25/23, 15/25, 15/10. A oposta Boz foi o destaque na pontuação, com 22 pontos. Pelo Comitê Russo, Voronkova marcou 20 pontos.

Cumprindo tabela pelo grupo B, a China jogou com a Argentina, na despedida da treinadora Lang Ping. Sem sustos, as chinesas deram um presente para a campeã olímpica na quadra e como treinadora, com uma vitória por 3×0, com parciais de 25/15, 25/22, 25/19.

A técnica chinesa Lang Ping à esquerda/Divulgação FIVB

Antes do jogo do Brasil contra Quênia, em confronto direto pela última vaga nas quartas-de-final, Japão e República Dominicana jogaram pelo grupo A. Controlando os nervos, as dominicanas eliminaram da competição, a seleção anfitriã dos Jogos Olímpicos. O placar final ficou em 3×1, com parciais de 25/10, 25/23, 19/25, 25/19, a favor das dominicanas. Koga do Japão marcou 22 pontos. Rivera da República Dominicana fez 17 pontos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s