BRASIL SE RECUPERA NA LIGA DAS NAÇÕES

O Brasil se recuperou da derrota para os italianos e venceu a Alemanha por 3×0, com parciais de 26/24, 25/23, 26/24. O oposto brasileiro Wallace anotou 16 pontos. O ponteiro Fromm da Alemanha foi o maior pontuador do jogo com 17 pontos. No aspecto coletivo, o destaque da partida foi o saque alemão, responsável direto por 7 pontos. Com o resultado, a seleção brasileira obteve a segunda vitória na competição e ocupa a 5ª posição na classificação geral, com 7 pontos. Os cinco melhores passam para a fase final. Na próxima semana, o Brasil recebe em Goiânia, pela segunda semana da Liga das Nações, as seleções da Coréia do Sul, do Japão e dos Estados Unidos.

RESUMO
Para tirar o passe da mão do levantador, a Alemanha adotou uma tática suicida de saque. No início, sem sucesso. Com o alto aproveitamento de ataque do oposto Wallace, o Brasil administrava a partida e demonstrava desinteresse. Aos poucos, o saque alemão surtiu efeito e provocou um estrago na linha de recepção brasileira. Atrás do placar, o Brasil reequilibrou a disputa com o trabalho de bloqueio. A Alemanha não desistiu e o fundo de quadra foi fundamental para os brasileiros manterem o controle do jogo.

O JOGO
A partida começou com erros de saque de ambos os lados. O Brasil aproveitava o  ataque de Wallace, enquanto a Alemanha errava muitos saques. Os brasileiros administravam a vantagem de três pontos no placar. Desconcentrado, o Brasil permitiu a virada, numa sequência de boas passagens pelo saque da seleção alemã. O técnico Renan pediu tempo e os brasileiros voltaram da parada ligados. Bem postados no fundo de quadra, fecharam o 1º set, em um contra-ataque fulminante, 26/24.

A Alemanha retornou para o 2º set com uma estratégia suicida de saque. Com sucesso, o time abriu 6 pontos de frente, logo no começo. O técnico brasileiro foi obrigado a retirar Maurício Borges do jogo. O Brasil correu atrás. Com boa leitura de bloqueio, os brasileiros reequilibraram o set. A disputa seguiu acirrada até o 22º ponto, quando o levantador alemão cometeu dois toques. O Brasil aproveitou, inverteu a rede e fechou o set, em 25/23.

O 3º set seguiu com o equilíbrio das primeiras parciais e foi disputado ponto a ponto. De um lado, a Alemanha apostava no seu saque e na boa distribuição de seu levantador, do outro, o Brasil não deixava as bolas caírem com facilidade, seja no bloqueio ou na defesa. No momento crucial, o técnico Renan repetiu a estratégia do set anterior e inverteu a rede. Deu certo, o Brasil conquistou o match point após um rally e fechou o jogo, após um contra-ataque de Evandro, 26/24.

BRASIL
William, Wallace, Éder, Isac, Lipe, Maurício Borges, Murilo. Entraram: Bruno, Evandro, Douglas Souza, Maurício Souza.

ALEMANHA
Zimmerman, Hirsch, Fromm, Reichert, Bohme, Gunthor, Zenger. Entraram: Malesha, Schott, Sossenheimer.

OUTROS RESULTADOS
Sérvia 0x3 Itália
França 3×0 Austrália
Irã 1×3 Japão
Polônia 3×1 Canadá
Rússia 3×0 Coréia do Sul
China 0x3 Estados Unidos
Bulgária 3×1 Argentina

image
DIVULGAÇÃO FIVB

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s