DE VIRADA, BRASIL GANHA DA ITÁLIA B

Pela Liga das Nações feminina 2021, o Brasil derrotou a Itália B. Foi a quinta vitória brasileira na competição. Jogando na bolha de Rimini, no domínio adversário, as brasileiras venceram as italianas, de virada, por 3×1, com parciais de 19/25, 25/15, 25/19, 25/19. Pela 1ª vez, a jovem brasileira Ana Cristina vestiu a camisa da seleção adulta em um jogo oficial. Após um primeiro set abaixo da média da seleção brasileira, ela acabou sendo substituída por Rosamaria. Com boa atuação, Rosamaria correspondeu a oportunidade dada por José Roberto, sendo o destaque individual do Brasil no jogo, com 17 pontos. A ponteira italiana Melli anotou 19 pontos, a maior pontuação do confronto. Na próxima rodada, no domingo, 6 de Junho, o Brasil enfrenta a Sérvia, às 11h, com transmissão do SPORTV 2. Já a Itália, joga com a Coreia do Sul, às 14h.

BRASIL Macris, Tandara, Gabi, Ana Cristina, Bia, Carol, Brait (L). Entraram: Roberta, Rosamaria, Lorenne. Técnico: José Roberto Guimarães

ITÁLIA Bosio, Mingardi, Melli, D’Odorico, Lubian, Bonifácio, De Bortoli (L). Entraram: Guerra, Battistoni, Nwakalor, Fersino, Furlan, Omoruyi. Técnico: Antonio Valentini

OUTROS RESULTADOS

Bélgica 3×2 Coreia do Sul 23/25, 25/23, 25/16, 19/25, 15/12

Tailândia 0x3 EUA 17/25, 14/25, 16/25

Alemanha 0x3 Canadá 28/30, 25/27, 14/25

Japão 3×0 Rússia 25/20, 25/21, 25/21

China 0x3 Turquia 15/25, 23/25, 21/25

Polônia 1×3 Rep.Dominicana 25/22, 22/25, 26/28, 21/25

Holanda 3×1 Sérvia 25/22, 25/16, 18/25, 25/21

O block brasileiro foi decisivo na partida, responsável por 12 pontos/Divulgação FIVB

BRASIL NÃO DÁ CHANCES A RÚSSIA

A Rússia não foi páreo para o Brasil. Em 3 sets, a seleção brasileira feminina ganhou das russas, em jogo válido pela 5ª rodada das Liga das Nações 2021, na bolha de Rimini, com parciais de 25/20, 25/11, 25/18. As brasileiras dominaram amplamente a partida. A relação saque-bloqueio-defesa do Brasil foi o grande destaque do duelo. A central brasileira Carol teve grande performance no serviço, com 6 pontos diretos no fundamento. Ela ainda foi a maior pontuadora do confronto, com 15 pontos, somando 8 de ataque e 1 de bloqueio. Pela Rússia, a jovem oposta Smirnova marcou 8 pontos. Na próxima rodada, amanhã, 2 de Junho, o Brasil enfrenta a Itália, dona da casa, às 16h, com transmissão do SPORTV 2. Já as russas, jogam contra o Japão, às 10h.

BRASIL Macris, Tandara, Gabi, Garay, Carol, Carol Gattaz, Brait (L). Entraram: Dani Lins, Sheilla, Lorenne. Técnico: José Roberto Guimarães

RÚSSIA Lazareva, Smirnova, Federovtseva, Pipunyrova, Koroleva, Malygina, Pilipenko (L). Entraram: Voronkova, Kosheleva, Matveeva, Kapustina, Brovkina. Técnico: Sérgio Busato

A central Carol em ação de bloqueio/Divulgação FIVB

CONTRA A HOLANDA, EUA VENCE PELA QUINTA VEZ CONSECUTIVA

Pela Liga das Nações feminina 2021, no começo da tarde de hoje, os Estados Unidos venceram a Holanda. Foi a quinta vitória consecutiva da seleção americana na competição, em 5 jogos. Após um primeiro set de muitos erros das duas seleções, foram 24 no total, 12 para cada lado, os Estados Unidos não encontraram dificuldades para ganhar o jogo, por 3×0, com parciais de 25/22, 25/15, 25/18. A Holanda teve muitos problemas no fundo de quadra, com baixa eficiência na recepção. A ponteira americana Robinson foi o destaque individual na pontuação do jogo, com 13 acertos. Pela Holanda, Buijs marcou 9 pontos. Na próxima rodada, amanhã, 2 de Junho, os Estados Unidos enfrentam a Tailândia, às 7h. Já as holandesas, jogam contra a Sérvia, às 14h30.

A seleção americana comemora ponto contra a Holanda/Divulgação FIVB

RÚSSIA VENCE ITÁLIA B

A seleção russa feminina de vôlei venceu a Itália, na tarde de hoje, 31 de Maio, em jogo válido pela Liga das Nações 2021. Jogando na bolha de Rimini, contra as anfitriãs da competição, a Rússia conquistou a terceira vitória no torneio, pelo placar de 3×0, com parciais de 26/24, 25/23, 27/25. A Itália cedeu 24 pontos em erros. Sua equipe principal não esteve em quadra. Neste momento, elas treinam em separado para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Mesmo assim, a jovem oposta da Itália Nwakalor foi a maior pontuadora do jogo com a Rússia. Ela marcou 22 pontos. Pela Rússia, Fedorovsteva fez 18 pontos. Na próxima rodada, amanhã, a Itália enfrenta o Japão, às 14h. Já a Rússia, joga contra o Brasil, às 16h, com transmissão do SPORTV 2.

O bloqueio russo tenta parar a oposta italiana Nwalakor/Divulgação FIVB

EM JOGO DE RECUPERAÇÃO, BRASIL DERROTA JAPÃO

Pela Liga das Nações feminina 2021, na bolha de Rimini na Itália, em mais uma prévia da fase preliminar dos Jogos de Tóquio, o Brasil derrotou o Japão. Foi a terceira vitória brasileira na competição em 4 jogos. O placar final do confronto ficou em 3×0, com parciais de 25/15, 25/19, 25/21, a favor das brasileiras. O Brasil realizou a sua melhor partida no torneio até o momento. A ponteira Garay foi a maior pontuadora da partida, com 21 pontos. Pelo Japão, Koga marcou 13 pontos. Com o resultado, o Brasil se recuperou do revés para os Estados Unidos na partida anterior. Na próxima rodada, amanhã, as brasileiras enfrentam a Rússia, às 16h, com transmissão do SPORTV 2. Já o Japão joga contra a Itália, às 14h.

BRASIL Macris, Tandara, Carol, Carol Gattaz, Gabi, Garay, Brait (L). Entraram: Roberta, Rosamaria. Técnico: José Roberto Guimarães

JAPÃO Momii, Kurogo, Okumura, Shimamura, Ishikawa, Koga, Inoue (L). Entraram: Hayashi, Tashiro, Seki, Kobata (L), Ishii. Técnica: Kumi Nakada

A seleção brasileira feminina em comemoração de ponto/Divulgação FIVB

CONTRA O CANADÁ, BRASIL CONQUISTA 3ª VITÓRIA

Pela Liga das Nações masculina 2021, em sua terceira partida na competição, na bolha de Rimini na Itália, o Brasil derrotou o Canadá. Foi a terceira vitória consecutiva brasileira no torneio. Com o resultado, os brasileiros assumiram a liderança da VNL 2021. O Brasil não entrou em quadra com força máxima. Após abrir 2×0, os brasileiros tiveram muitas dificuldades para fechar o jogo. O placar final do confronto ficou em 3×1, com parciais 25/17, 25/20, 22/25, 27/25, a favor do Brasil. O oposto canadense Vernon foi o maior pontuador da partida. Ele marcou 24 pontos. Pelo Brasil, Douglas Souza anotou 22 pontos. Na próxima rodada, na quinta-feira, 3 de Junho, o Brasil enfrenta a França, às 10h, com transmissão do SPORTV 2. Já o Canadá joga contra o Irã, às 7h.

CANADÁ Walsh, Vernon, Szwarc, Vanberkel, Hoag, Loeppky, Bann (L). Entraram: Marshall, Sclater. Técnico: Glenn Hoag

BRASIL Cachopa, Wallace, Flávio, Isac, Maurício Borges, Douglas Souza, Thales (L). Entraram: Bruninho, Felipe Roque, Vaccari, Matheus Pinta, Lucarelli. Técnico: Carlos Schwanke

OUTROS RESULTADOS

Austrália 1×3 França 26/28, 25/20, 14/25, 23/25

Holanda 0x3 Irã 18/25, 23/25, 28/30

Alemanha 3×2 Bulgária 19/25, 25/21, 22/25, 30/28, 15/11

Rússia 2×3 Japão 26/28, 28/26, 25/20, 21/25, 14/16

EUA 3×1 Argentina 23/25, 25/21, 25/15, 25/19

Polônia 1×3 Eslovênia 22/25, 25/23, 19/25, 23/25

Sérvia 3×1 Itália 25/23, 22/25, 25/22, 25/18

A seleção brasileira comemora ponto/Divulgação FIVB

NO SEGUNDO JOGO, BRASIL VENCE OS ESTADOS UNIDOS

O Brasil conquistou mais uma vitória na Liga das Nações masculina 2021. Em sua segunda partida na competição, jogando contra os Estados Unidos, na bolha de Rimini na Itália, a seleção brasileira venceu o confronto contra os americanos, por 3×0, com parciais de 25/22, 25/23, 25/19. O Brasil fez uma bela exibição na terceira parcial, com muito volume de jogo e um sistema defensivo efetivo. O oposto americano Patch foi o maior pontuador do duelo, com 18 pontos. Pelo Brasil, Alan e Leal marcaram 12 pontos cada. Na próxima rodada, amanhã, o Brasil enfrenta o Canadá, às 13h, com transmissão do SPORTV 2. Os Estados Unidos jogam contra os argentinos, às 11h.

EUA Christenson, Patch, Jendryk, Stahl, Defalco, Jaeschke, Shoji (L). Entraram: Muagututia. Técnico: John Speraw

BRASIL Bruninho, Wallace, Flávio, Isac, Leal, Lucarelli, Thales (L). Entraram: Alan. Técnico: Carlos Schwanke

OUTROS RESULTADOS

Alemanha 2×3 França 25/22, 22/25, 25/22, 16/25, 15/17

Irã 1×3 Rússia 17/25, 25/20, 20/25, 17/25

Holanda 2×3 Japão 25/22, 25/23, 22/25, 17/25, 8/15

Austrália 0x3 Bulgária 21/25, 20/25, 20/25

Polônia 3×1 Sérvia 26/24, 25/19, 21/25, 25/15

Itália 0x3 Eslovênia 23/25, 19/25, 15/25

Argentina 0x3 Canadá 17/25, 21/25, 17/25

O ponteiro Leal batendo a pipe/Divulgação FIVB

SELEÇÃO MASCULINA ESTREIA COM VITÓRIA

A seleção brasileira masculina de vôlei estreou com vitória na Liga das Nações 2021. Jogando contra os argentinos, na bolha de Rimini na Itália, o Brasil venceu a sua primeira partida na competição, por 3×0, com parciais de 31/29, 26/24, 25/16. Os brasileiros foram muito bem no serviço, com 7 pontos diretos no fundamento. Os argentinos cederam 25 pontos em erros. O oposto Pereyra da Argentina foi o maior pontuador do confronto com 16 pontos. Pelo Brasil, Lucarelli marcou 14 pontos. Na próxima rodada, amanhã, 29 de Maio, o Brasil enfrenta os Estados Unidos, às 16h, com transmissão do SPORTV 2. Já os argentinos jogam contra o Canadá, às 14h30.

BRASIL Bruninho, Wallace, Isac, Flávio, Lucarelli, Leal, Thales (L). Entraram: Cachopa, Felipe Roque, Maurício Borges, Douglas Souza. Técnico: Carlos Schwanke

ARGENTINA De Cecco, Pereyra, Solé, Ramos, Conte, Martínez, Mendez (L). Entraram: Uriarte, Palonsky. Técnico: Marcelo Mendez

OUTROS RESULTADOS

França 3×0 Bulgária 27/25, 25/21, 25/23

Alemanha 3×0 Austrália 25/19, 25/18, 25/16

Japão 3×0 Irã 25/19, 25/22, 26/24

Sérvia 3×1 Eslovênia 22/25, 25/18, 36/34, 25/18

Holanda 1×3 Rússia 19/25, 22/25, 25/18, 20/25

EUA 3×0 Canadá 25/17, 26/24, 25/20

Polônia 3×0 Itália 25/19, 25/20, 25/18

O ponteiro Lucarelli larga sobre o bloqueio argentino/Divulgação FIVB

SORTEADOS OS GRUPOS DO EUROPEU MASCULINO

Nesta quinta-feira, 27 de Maio, a Confederação Europeia de Vôlei sorteou os grupos do Campeonato Europeu masculino 2021. O torneio será realizado no mês de Setembro, entre os dias 1º e 19. Na fase preliminar, a competição será disputada em quatro sedes distintas: Cracóvia na Polônia, Ostrava na República Tcheca, Tampere na Finlândia e Tallinn na Estônia. Ao todo, 24 seleções participam do campeonato, divididos em 4 grupos, com 6 países cada. Os quatro primeiros de cada grupo avançam para as oitavas-de-final. As finais acontecem em Katowice na Polônia.

O grupo A é composto por Polônia, Bélgica, Sérvia, Ucrânia, Grécia e Portugal. O grupo B é formado por República Tcheca, Itália, Eslovênia, Bulgária, Bielorrússia e Montenegro. O grupo C é composto por Finlândia, Rússia, Holanda, Turquia, Espanha e Macedônia. O grupo D é formado por Estônia, França, Alemanha, Letônia, Eslováquia e Croácia. A seleção da Sérvia é atual campeã europeia. Em 2019, venceu a Eslovênia na final, em Paris, na França.

CONTRA EUA, BRASIL PERDE INVENCIBILIDADE

O Brasil perdeu a invencibilidade na Liga das Nações feminina 2021. Em sua terceira partida na competição, a seleção brasileira foi derrotada pelos Estados Unidos. As brasileiras tiveram baixo aproveitamento no ataque, tanto na virada de bola, quanto nos contra-ataques. O placar final do confronto ficou em 3×1, com parciais de 25/17, 25/19, 23/25, 25/22, a favor dos Estados Unidos. A ponteira norte-americana Sarah Wilhite foi a maior pontuadora do jogo, com 25 pontos. Pelo Brasil, Fernanda Garay marcou 18 pontos. Na próxima rodada, na segunda-feira, 31 de Maio, as brasileiras enfrentam o Japão, às 10h, com transmissão do SPORTV 2. Já os Estados Unidos jogam contra a Sérvia, às 14h30.

BRASIL Macris, Tandara, Bia, Adenízia, Gabi, Garay, Brait (L). Entraram: Dani Lins, Lorenne, Sheilla, Carol Gattaz, Mayany. Técnico: José Roberto Guimarães

EUA Poulter, Drews, Washington, Akinradewo, Larson, Wilhite, Wong-Orantes (L). Técnico: Karch Kirally

OUTROS RESULTADOS

Alemanha 3×0 Bélgica 25/20, 25/19, 25/13

Rússia 1×3 Holanda 14/25, 22/25, 25/23, 20/25

Coreia do Sul 0x3 Japão 18/25, 18/25, 25/27

Canadá 1×3 Rep. Dominicana 17/25, 24/26, 30/28, 16/25

China 3×0 Tailândia 25/15, 25/15, 25/23

Polônia 1×3 Turquia 23/25, 27/25, 23/25, 20/25

Sérvia 3×1 Itália 25/18, 23/25, 26/24, 25/20

A ponteira norte-americana Wilhite, maior pontuadora do jogo/Divulgação FIVB