CBV CONFIRMA PARTICIPANTES DA SUPERLIGA 2020/2021

Na última sexta-feira, 24 de Julho, a Confederação Brasileira de Voleibol confirmou os 24 participantes da temporada 2020/2021 da Superliga. Serão 12 times em cada naipe. Após cumprirem os trâmites para disputar a competição, segundo a própria CBV, da desistência de algumas equipes, além da fusão do Sesc/RJ com o Flamengo, participam da Superliga Feminina os seguintes times: Praia Clube, Minas Tênis Clube, Osasco, Sesc/Flamengo, Sesi/Bauru, Fluminense, São Paulo/Barueri, Pinheiros, Curitiba Vôlei, Brasília, São Caetano e São José dos Pinhais.

Já no masculino, participam da competição os seguintes times: Sada/Cruzeiro, EMS/Funvic/Taubaté, Vôlei Renata/Campinas, Sesi/SP, Minas Tênis Clube, Vôlei Guarulhos, Apan/Blumenau, Vôlei Um Itapetininga, Montes Claros/América Vôlei, Uberlândia/Gabarito, Caramuru Vôlei e Pacaembú Ribeirão. A previsão para o início da temporada, nas duas categorias, é para o final do mês de Outubro, segundo fontes da imprensa.

SESC/RJ ANUNCIA PARCERIA COM O FLAMENGO

De acordo com o globoesporte.com, o Sesc/RJ de Bernardinho e o Flamengo anunciam uma parceira para a disputa da temporada 2020/2021 da Superliga Feminina, na próxima sexta-feira, 17 de Julho. Na ocasião, os dois clubes promoverão o acordo, em duas transmissões simultâneas nos seus canais oficiais, com a presença de Bernardinho e dos respectivos presidentes do Sesc/RJ e do Flamengo.

Ainda segundo o globoesporte.com, as tratativas entre os dois times começaram na temporada passada, porém a fusão foi confirmada apenas nessa semana. Enquanto aguardam o calendário de competições, Flamengo e Sesc ainda não decidiram sobre o mando de quadra de suas partidas.

Recentemente, o Sesc/RJ encerrou seu projeto no naipe masculino. Com perda de investimento também no naipe feminino, a parceira com o Flamengo é vista como uma solução para manter o nível de competitividade da equipe, em meio a pandemia do corona vírus.