BRASIL CONQUISTA TERCEIRA VITÓRIA NA VNL 22

O Brasil conquistou sua terceira vitória na Liga das Nações feminina 2022. Em jogo de altos e baixos, as brasileiras derrotaram a República Dominicana, em seu terceiro jogo na competição. Após uma excelente primeira parcial, o Brasil tomou um susto no parcial seguinte, mas se recuperou na partida. O placar final do confronto ficou em 3×1, a favor do Brasil, com parciais de 25/9, 16/25, 25/18, 25/17. A oposta brasileira Kisy foi a maior pontuadora do jogo, com 20 pontos. Pela República Dominicana, a ponteira Peña marcou 17 pontos. Na próxima rodada, as brasileiras enfrentam os Estados Unidos, no sábado, 4 de Junho, às 22h, com transmissão do SPORTV 2. Já a República Dominicana joga contra o Japão.

OUTROS RESULTADOS – 03/06/22

Sérvia 3×0 Bulgária

Holanda 0x3 Itália

Turquia 1×3 China

Alemanha 3×0 Coreia do Sul

A seleção brasileira feminina ainda não perdeu na VNL 22/Volleyball World/Divulgação FIVB

EM SEU 2º JOGO, BRASIL DERROTA POLÔNIA

O Brasil derrotou a Polônia, em seu segundo jogo da Liga das Nações feminina de vôlei 2022. Jogando nos Estados Unidos, no estado da Lousiana, as brasileiras bateram as polonesas, por 3×0, com parciais de 25/23, 25/21, 25/22. Pela segunda vez na competição, o bloqueio brasileiro foi determinante para a vitória. Para se ter uma ideia, somente a central Carol do Brasil marcou 7 pontos diretos no fundamento. Ela ainda foi a maior pontuadora do confronto, com 15 pontos no total. Pela Polônia, a ponteira Gorecka marcou 11 pontos. Na próxima rodada da competição, o Brasil enfrenta a República Dominicana, amanhã, 3 de Junho, às 19h, com transmissão do SPORTV 2. Já a Polônia joga contra a Coreia do Sul, no próximo sábado.

O bloqueio brasileiro anotou 12 pontos na partida/Volleyball World/Divulgação FIVB

BRASIL ESTREIA COM VITÓRIA NA VNL 22

A seleção brasileira feminina de vôlei estreou com vitória na Liga das Nações 2022. Jogando contra a Alemanha, nos Estados Unidos, as brasileiras saíram de quadra com um triunfo por 3×1, com parciais de 29/27, 23/25, 27/25, 25/21. A ponteira brasileira Júlia Bergmann foi a maior pontuadora do jogo, com 19 pontos. Pela seleção alemã, as ponteiras Orthmann e Janiska marcaram 15 pontos cada. O bloqueio brasileiro fez a diferença na partida com 13 pontos no total. Já o serviço alemão equilibrou o confronto com 5 pontos diretos no fundamento. Na próxima rodada da competição, o Brasil enfrenta a Polônia, às 16h, na quinta-feira, 2 de Junho, com transmissão do SPORTV 2. Já a Alemanha joga contra o Japão.

A jovem ponteira brasileira Júlia Bergmann em ação de ataque/Volleyball World/Divulgação FIVB

A LIGA DAS NAÇÕES 2022

Começa amanhã, 31 de Maio, a Liga das Nações 2022, no naipe feminino. A versão masculina da competição se inicia na semana que vem. O Brasil vem repleto de caras novas, tanto entre as mulheres, quanto entre os homens. Com um ciclo olímpico mais curto, em virtude da pandemia de COVID-19, todas as seleções devem utilizar o torneio como preparação para o Mundial 2022, que acontece no segundo semestre.

Além disso, a temporada de clubes na Europa se encerrou recentemente, com isso, os principais atletas do mundo devem entrar na competição com ela em andamento. Um detalhe importante é que com o novo ranking da FIVB e a mudança no qualificatório olímpico, todo jogo da VNL 2022 é importante, valorizando o torneio.

Favoritos

Na disputa feminina da VNL 2022, os Estados Unidos, atual campeão olímpico, defendem o tricampeonato da competição. Mesmo com algumas baixas do time medalha de ouro em Tóquio, os Estados Unidos continuam como grande favorito ao título do torneio. Brigam no mesmo patamar com os Estados Unidos, as seleções da Itália e da Turquia.

As italianas, pela 1ª vez, irão competir a VNL com força máxima, mesmo com revezamento de atletas. O técnico Davide Mazzanti parece ter aprendido a lição na temporada passada, quando a falta de ritmo prejudicou sua seleção na Olimpíada. Já a Turquia, por sediar as finais, tem grandes chances de finalmente beliscar um título internacional.

Outras seleções correm por fora. A China com novo comando técnico e sem Zhú é uma delas. O Brasil é outro. Em processo de renovação, a seleção brasileira feminina pode surpreender. Também estão nesse segundo pelotão três seleções europeias: Sérvia, Holanda e Polônia. Japão e República Dominicana completam o grupo.

Masculino

Já na disputa masculina da VNL 2022, o Brasil terá o desafio de defender o título. Também em processo de renovação, como no naipe feminino, mas em menor escala, a seleção brasileira masculina não terá caminho fácil. Ao seu lado, no primeiro pelotão de favoritos estão a França, atual campeã olímpica, a Polônia, atual bicampeã mundial, e a Itália, sede das finais. Todas elas em processo de renovação mais avançado que o Brasil.

Assim como no feminino, outras seleções correm por fora. Mas diferentemente, este grupo tem mais condições de surpreender, dado o equilíbrio do voleibol masculino. São as seguintes seleções: Eslovênia, Argentina, Japão, Estados Unidos, Canadá, Sérvia e Irã.

O Brasil está em busca do bicampeonato da VNL/Divulgação FIVB

BRASIL FARÁ AMISTOSOS CONTRA O JAPÃO

Na última sexta-feira, 20 de Maio, a CBV anunciou no Twitter, que a seleção brasileira masculina fará dois amistosos contra o Japão. As partidas estão previstas para os dias 2 e 5 de Junho, às 21h30 e 10h da manhã, respectivamente. Os confrontos contra os asiáticos acontecem em Brasília, capital federal, no ginásio do Sesi Taquatinga. Ainda não foi anunciada a transmissão das partidas pela TV. Os ingressos já começaram a ser vendidos. Os jogos fazem parte da preparação do Brasil para a Liga das Nações 2022. Os brasileiros estreiam na VNL 2022, contra os australianos, no dia 7 de Junho, também em Brasília, mas desta vez, no ginásio Nilson Nelson.

O japonês Nishida em foco, é um dos destaques da seleção asiática/Volleyball World/Divulgação FIVB

A CONVOCAÇÃO DE RENAN DAL ZOTTO

O técnico Renan Dal Zotto fez uma aposta na renovação da seleção brasileira/Divulgação CBV

Encerrada a temporada da Superliga Masculina 2021/2022, o técnico Renan Dal Zotto ainda não finalizou a lista de convocados para competir na Liga das Nações 2022. Na lista até agora, apenas nomes de jogadores que participaram da temporada no Brasil, além daqueles que já foram eliminados das finais da temporada europeia. Restam os nomes envolvidos nas decisões dos principais torneios do velho continente, como Lucarelli. Além disso, foram chamados 4 atletas como convidados.

Assim como entre as mulheres, ao longo do último mês de Abril, em comemoração aos 30 anos do ouro olímpico em Barcelona, a CBV convidou atletas campeões naquela Olimpíada para o anúncio dos convocados. Nomes como Paulão,Tande, entre outros, participaram da homenagem. Veja abaixo, a lista completa dos atletas convocados para a VNL 2022.

Levantadores

Bruninho

Cachopa

Matheus Brasília

Opostos

Alan

Darlan

Felipe Roque

Franco

Ponteiros

Adriano

Vaccari

Honorato

João Rafael

Rodriguinho

Birigüi

Leal

Centrais

Flávio

Isac

Lucão

Matheus Pinta

Léo

Líberos

Alê

Maique

Thales

Convidados

Felipe Brito (central)

João Franck (ponteiro)

Maicon (ponteiro)

Pedro Henrique (levantador)

A CONVOCAÇÃO DE JOSÉ ROBERTO GUIMARÃES

O tricampeão olímpico José Roberto Guimarães convocou a seleção brasileira feminina, cheia de caras novas/Divulgação CBV

Encerrado o Sul-Americano feminino de clubes, o técnico José Roberto Guimarães finalizou a lista de convocadas para competição na Liga das Nações 2022. Ao longo do último mês de Abril, em comemoração ao dez anos do ouro olímpico em Londres, a CBV convidou atletas campeãs naquela Olimpíada para o anúncio das convocadas. Nomes como Sheilla, Adenízia e Fernanda Garay participaram da homenagem.

Na lista até agora, duas ausências foram sentidas por quem acompanha a seleção brasileira feminina de vôlei. A ponteira Gabi irá se apresentar mais tarde, em virtude da temporada europeia de clubes. Já a central Bia, vice-campeã olímpica, não foi relacionada para VNL 2022. Além disso, duas atletas convocadas pediram dispensa. As ponteiras Gabi Cândido e Maira. Veja a lista completa das atletas convocadas para a VNL 2022.

Levantadoras

Macris

Roberta

Kenya

Opostas

Lorenne

Lorrayana

Kisy

Ponteiras/Opostas

Rosamaria

Tainara

Ponteiras

Ana Cristina

Júlia Bergmann

Karina

Pri Daroit

Centrais

Carol

Diana

Júlia Kudiess

Lorena

Mayany

Líberos

Natinha

Nyeme

*Errata O blog publicou que a central Bia será relacionada para o Mundial 2022. Na verdade, ela ficou de fora da lista de convocadas para a VNL 2022.

VNL 2022 – atualização e novidades sobre a competição

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou hoje a sede das finais da Liga das Nações masculina 2022. A competição está prevista para começar no dia 7 de Junho, entre os homens. A cidade de Bologna na Itália foi escolhida para receber as finais do torneio masculino, entre os dias 20 e 24 de Julho. Pela primeira vez na história do VNL, a fase final será disputada com oito seleções, em fases eliminatórias, com quartas-de-final, semifinais e final. O Brasil receberá duas etapas da fase classificatória, na cidade de Brasília, nos dois naipes, durante o mês de Junho.

SUBSTITUIÇÃO

Outra novidade da VNL 2022, confirmada pela FIVB, foi a substituição da Rússia pela China no torneio masculino, em virtude da guerra na Ucrânia. Será o retorno da China para Liga das Nações masculina, após ausência em 2021, devido a pandemia de COVID-19. Sobre esse anúncio da FIVB, durante o mês de Março, especulações nas redes sociais davam com certa a entrada da Tunísia no lugar da Rússia, algo que não se concretizou.

A seleção chinesa em foco/Divulgação FIVB/Volleyball World

VNL 2022 – atualização e novidades sobre a competição

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou algumas novidades sobre a VNL 2022. A competição está prevista para acontecer neste ano, entre os meses de junho e julho. O Brasil receberá duas etapas, uma no naipe feminino, outra no naipe masculino. Em virtude da guerra na Ucrânia, a Rússia foi banida do torneio, nas duas categorias. Em seu lugar, entre as mulheres, a FIVB escolheu a seleção da Bulgária como substituta. Essa é uma das novidades do status da competição. O anúncio foi realizado no último dia 5 pela FIVB. Ainda não foi decidido quem ficará com o lugar da Rússia no naipe masculino.

Finais

A outra novidade da VNL 2022, anunciada pela FIVB, há dois dias, é a escolha da sede das finais da competição. A cidade de Ancara na Turquia receberá a fase final da Liga das Nações feminina 2022, entre os dias 13 e 17 de Julho. Pela primeira vez na história do torneio, a fase final será disputada entre oito seleções, em fases eliminatórias, com quartas-de-final, semifinais e final. A FIVB ainda não fez o anúncio da sede das finais da versão masculina da competição.

Divulgação Volleyball World Twitter

TUNÍSIA SUBSTITUI RÚSSIA NA VNL 2022

A Tunísia foi convidada para participar da Liga das Nações 2022 no naipe masculino. A iniciativa partiu da FIVB, sendo anunciada pela Federação Tunisiana durante o começo desta semana pelo Twitter. Os tunisianos entram na disputa da competição pela primeira vez na história. O convite para a Tunísia somente foi possível após punição à Rússia, em virtude da guerra na Ucrânia. Apesar disso, o anúncio oficial da FIVB sobre o convite ainda está pendente, de acordo com site Webvolei. Também não está decidido quem substituirá a Rússia na VNL 2022 no naipe feminino.

A seleção da Tunísia participou dos Jogos de Tóquio representando o continente africano/Divulgação FIVB