AS QUARTAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL FEMININA 2023

Foi encerrada ontem, a fase quartas de final da Copa do Brasil feminina de vôlei 2023. Estão classificadas para semifinais em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, no começo de março, as seguintes equipes: Praia, Minas, Sesc/Flamengo e Fluminense. Pela primeira vez na história da competição, não há equipes paulistas nas finais. Além disso, o grande destaque das quartas de final do torneio, foi o desempenho das equipes visitantes. Duas delas conseguiram classificação e outras duas endureceram seus jogos contra favoritos. Fato raro em se tratando de Copa do Brasil feminina. Para semifinais, os próximos confrontos são: Praia x Fluminense e Minas x Sesc/Flamengo. Confira abaixo, um resumo da classificação dessas equipes para finais do torneio, em Jaraguá do Sul.

SESI x FLUMINENSE

O Sesi/Bauru começou melhor do que o Fluminense no confronto de quartas de final. Com o apoio da ponteira Thaisinha, ela anotou 11 pontos somente na primeira parcial, o time de Dani Lins abriu o placar, com 25/19. Porém, na sequência da partida, o Fluminense virou o jogo, com força no bloqueio e serviço. O Sesi/Bauru até conseguiu levar o jogo para o tie-break, mas no conjunto da partida, o Fluminense foi mais regular, fechando o duelo em 3×2, com 15/13 no set desempate. Com o resultado, é primeira vez na história que o time das Laranjeiras chega nas finais da Copa do Brasil feminina.

O Fluminense eliminou o Sesi/Bauru, fora de casa/Divulgação/Sesi/Bauru

OSASCO X SESC/FLAMENGO

O maior clássico do voleibol brasileiro teve um novo capítulo, dessa vez pela Copa do Brasil feminina 2023. Em partida eletrizante, com duração de quase três horas, o Sesc/Flamengo de Bernardinho eliminou o rival, no domínio adversário. Liderado por Juciely, o Sesc/Flamengo venceu o confronto de quartas de final, por 3×1, com parciais de 25/23, 26/28, 25/23, 25/17. Com a vitória, o Sesc/Flamengo repetiu o feito da temporada passada da Superliga Feminina, quando também foi o algoz do Osasco, no domínio adversário.

As centrais de Flamengo e Osasco, em disputa na rede/Divulgação Osasco/Carol Oliveira

PRAIA X BARUERI

No confronto entre o primeiro colocado da Superliga Feminina 22/23, Praia Clube, e o oitavo colocado, Barueri, melhor para o time de Uberlândia. O Barueri de José Roberto Guimarães até tentou resistir nas duas primeiras parciais do jogo, mas o Praia, mesmo sem a dominicana Martínez, se impôs. Ao final do jogo, o placar ficou em 3×1, a favor do Praia, com parciais de 30/28, 19/25, 25/13, 25/17. A oposta do Praia, Tainara, foi a maior pontuadora do jogo, com 21 pontos.

O Praia teve dificuldades contra o Barueri, mas avançou de fase na Copa do Brasil/Divulgação/Eliezer Esportes

MINAS X PINHEIROS

Fechando a fase de quartas de final da Copa do Brasil feminina de vôlei 2023, Minas e Pinheiros entraram em quadra, em Belo Horizonte. Apesar do ótimo rendimento da oposta Edinara, ela foi a maior pontuadora da partida, com 21 pontos, o Pinheiros não conseguiu segurar o Minas. O placar final do confronto, ficou em 3×1, de virada, a favor do Minas, com parciais de 20/25, 25/18, 25/20, 25/18. Com o resultado, o Minas devolveu a derrota para o Pinheiros, por 3×0, no começo de 2023, em partida válida pelo turno da Superliga Feminina 22/23.

O Minas busca seu terceiro título de Copa do Brasil/Divulgação MTC/Orlando Bento
Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s