AS ESTATÍSTICAS DA SUPERLIGA FEMININA 2022/2023

Após oito rodadas da Superliga Feminina 22/23, com base nos dados da CBV, é possível traçar um panorama do desempenho individual das atletas. Neste momento da competição, a oposta Maiara Basso do Barueri liderada na pontuação, com folga. No total, ela já marcou 201 pontos. Na vice-liderança, aparece a oposta Edinara do Pinheiros, com 149 pontos. Em 3º lugar, a ponteira Thaisinha do Bauru, com 144 pontos. Em 4º lugar, Tainara do Praia, com 136 pontos. Fechando o top 5 na pontuação, a dominicana Brayelin Martínez do Praia, com 118 pontos. Confira abaixo, o desempenho das atletas da Superliga Feminina 22/23, nos outros fundamentos.

MÉDIA DE PONTOS POR SET

1º – Maiara Basso do Barueri com 5,74 de média por set

2º – Brayelin Martínez do Praia com 5,36 de média por set

3º – Edinara do Pinheiros com 5,14 de média por set

4º – Roni do Flamengo com 4,57 de média por set

5º – Thaisinna do Bauru com 4,5 de média por set

A oposta Maiara Basso do Barueri, após temporada na Europa, lidera os números da pontuação da Superliga Feminina 22/23/Reprodução Twitter/Maiara Basso

ATAQUE

1º – Júlia Kudiess do Minas com 69% de eficiência

2º – Saraelen do Osasco com 64% de eficiência

3º – Juma do Fluminense com 62% de eficiência

4º – Jineiry Martínez do Praia com 62% de eficiência

5º – Adenízia do Osasco com 56% de eficiência

A jovem central Júlia Kudiess do Minas é a atacante mais eficiente da Superliga, até o momento/Divulgação MTC

BLOQUEIO

1º – Diana do Barueri com 26 pontos de bloqueio

2º – Jussara do Maringá com 25 pontos de bloqueio

3º – Carol do Praia com 25 pontos de bloqueio

4º – Lara do Fluminense com 23 pontos de bloqueio

5º – Kisy do Minas com 23 pontos de bloqueio

SERVIÇO

1º – Elina Rodriguez do Fluminense com 16 pontos diretos no serviço

2º – Thaisinha do Bauru com 11 pontos diretos no serviço

3º – Carol do Praia com 11 pontos diretos no serviço

4º – Tainara do Praia com 11 pontos diretos no serviço

5º – Maiara Basso do Barueri com 11 pontos diretos no serviço

A argentina Elina Rodriguez do Fluminense é o destaque do torneio no serviço/Divulgação/Mailson Santana

RECEPÇÃO

1º – Stefanie do Fluminense com 83% de eficiência

2º – Natinha do Osasco com 79% de eficiência

3º – Laís do Flamengo com 73% de eficiência

4º – Michelle do Flamengo com 73% de eficiência

5º – Paulina do Barueri com 70% de eficiência

* Errata O blog publicou que a ponteira Michelle, 4º colocada no ranking de recepção, jogava pelo Osasco. Na verdade, na atual temporada, ela defende o Sesc/Flamengo.

Fonte: CBV

2 comentários em “AS ESTATÍSTICAS DA SUPERLIGA FEMININA 2022/2023”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s