BRASIL NÃO TOMA CONHECIMENTO DE PORTO RICO

Em sua melhor apresentação no Mundial feminino de vôlei 2022, até o momento, o Brasil superou Porto Rico. Jogando na sede da Holanda, em Roterdã, em partida válida pelo grupo E, as brasileiras derrotaram Porto Rico, por 3×0, com parciais de 25/11, 25/13, 25/15. A central Carol do Brasil foi a maior pontuadora do confronto, com 16 pontos. Por Porto Rico, a ponteira Victoria marcou 6 pontos. Com o resultado, as brasileiras conquistaram a sexta vitória na competição. Na próxima rodada do Mundial 2022, o Brasil enfrenta a Holanda, nesta sexta-feira, 7 de Outubro, às 15h15, com transmissão do SPORTV 2. Já Porto Rico encara o Japão, também nesta sexta-feira, 7 de Outubro, mais cedo, às 9h15.

A seleção brasileira após o jogo com Porto Rico/Divulgação FIVB

NÚMEROS

Após um começo titubeante, o Brasil amassou Porto Rico. Como dito acima, a central Carol foi o grande destaque individual da partida. Ela saiu de quadra com 16 pontos marcados, sendo 7 no ataque, 7 no bloqueio e 2 no serviço. No entanto, a central Carol Gattaz foi a atacante mais eficiente do Brasil. De acordo com as estatísticas da FIVB, ela teve 80% de aproveitamento nas bolas de velocidade.

Já nos números gerais, as brasileiras erraram pouco, com 14 pontos cedidos em faltas. Porto Rico também não cedeu muitos pontos em erros. No total, Porto Rico cometeu 18 pontos em erros no confronto. Apesar disso, as porto-riquenhas tiveram muitas dificuldades para superar o sistema defensivo brasileiro, com apenas 20 pontos no ataque.

O Brasil marcou 36 pontos no ataque. Aproveitando o bom dia no Mundial 2022, as levantadoras do Brasil distribuíram melhor seu jogo, colocando todas as atacantes para rodar. Para se ter uma ideia, Gabi terminou a partida, com apenas 4 pontos no jogo, sendo 3 no ataque. O técnico José Roberto Guimarães colocou todo o time para jogar, na terceira parcial, tamanha a superioridade do Brasil.

O sufoco de Porto Rico na partida pode ser explicado pela relação saque-bloqueio-defesa do Brasil. Em uma partida praticamente perfeita, as brasileiras marcaram 10 pontos diretos no serviço contra apenas 1 de Porto Rico. Já nos bloqueios, o Brasil também não deu chances para Porto Rico, com 11 pontos no fundamento contra 4 das porto-riquenhas.

🇧🇷 BRASIL Macris (4), Tainara (10), Gabi (4), Pri Daroit (11), Carol (16), Carol Gattaz (5), Natinha (L). Entraram: Roberta (0), Rosamaria (3), Lorena (2), Lorenne (0), Júlia K (0), Kisy (2). Técnico: José Roberto Guimarães

🇵🇷 PORTO RICO Valentín (1), Abercrombie (3), Enright (5), Ocasio (0), Ortiz (5), Reyes (1), Venegas (L). Entraram: Santos (1), Collazo (2), Hernandez (0), Nogueras (0), Victoria (6), Rojas (1), Velez (L). Técnico: Fernando Morales

A ponteira Gabi do Brasil, inteligentemente, foi poupada no ataque contra Porto Rico/Divulgação FIVB

PÓS – JOGO

Ao final do jogo, a central Carol concedeu entrevista para a FIVB. “Foi um trabalho em equipe hoje e estamos muito felizes. Não é fácil jogar contra Porto Rico, que defende bem. Talvez eles não foram tão bem hoje, mas acho que tudo veio da nossa parte. Servimos bem, bloqueamos bem, defendemos bem e todos que entraram ajudaram muito. Isso é o que queremos como equipe: todos focados, com a mente no jogo para ganhar os pontos e vencer a partida.”

A central Carol, em ação no serviço/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s