NA ABERTURA DO MUNDIAL, BRASIL VENCE CUBA

O Brasil estreou com vitória no Mundial masculino de vôlei 2022, em partida válida pelo grupo B. Jogando contra Cuba, na Eslovênia, na reedição da final do Mundial 2010, os brasileiros precisaram virar o jogo, para vencer o seu primeiro compromisso na competição. O placar final do confronto ficou em 3×2, a favor do Brasil, com parciais 31/33, 21/25, 25/16, 25/17, 18/16. O oposto Wallace foi o maior pontuador do confronto, com 24 pontos. Pela seleção cubana, Herrera marcou 18 pontos.

O oposto Wallace voltou a defender a camisa do Brasil, em grande estilo/Divulgação FIVB

O JOGO

Os cubanos começaram o jogo muito ansiosos. Já o Brasil tinha o controle do jogo, com seis pontos de vantagem no placar. O técnico cubano realizou uma troca simples de levantadores. Em uma sequência no serviço do oposto Herrera, Cuba encostou no placar. Em outra sequência no serviço, dessa vez do ponteiro López, Cuba assumiu o controle do jogo e venceu a parcial.

Confiantes, os cubanos voltaram com tudo na segunda parcial. O Brasil ao contrário não voltou bem. Os brasileiros estavam perdidos. Além disso, o serviço pouco ameaçava a frágil recepção cubana. Bruninho e Lucarelli não estavam em boa jornada. O técnico Renan Dal Zotto do Brasil demorou para fazer substituições. Resultado: Cuba 2×0.

Na terceira parcial, Renan mudou o Brasil com duas substituições. Rodriguinho e Cachopa entraram na partida. O jogo do Brasil fluiu graças ao seu sistema defensivo. Saque e bloqueio brasileiro colocaram a virada de bola cubana em dificuldades. Na quarta parcial, o roteiro da partida se manteve. O Brasil levou o confronto para o tie-break. No set desempate, o Brasil impôs seu jogo, mas como na primeira parcial, permitiu a reação cubana, após uma sequência no serviço de López. Porém, o Brasil conseguiu fechar o jogo aproveitando os contra-ataques.

🇧🇷 BRASIL Bruninho (0), Wallace (24), Leal (22), Lucarelli (6), Lucão (11), Flávio (12), Thales (L). Entraram: Cachopa (1), Rodriguinho (1), Felipe Roque (1), Darlan (1), Adriano (0). Técnico: Renan Dal Zotto

🇨🇺 CUBA Goide (0), Herrera (18), López (14), Melgarejo (8), Simon (13), Osoria (9), Garcia (L). Entraram: Taboada (1), Sanchez (4), Yant (11), Gutierrez (1). Técnico: Vives Coffigny

O bloqueio brasileiro foi bem contra Cuba. Ao todo, foram 15 pontos diretos no fundamento/Divulgação FIVB

PÓS – JOGO

Ao final do jogo, o levantador Cachopa, um dos destaques da virada brasileira, falou sobre a vitória contra Cuba. “Não é fácil jogar contra um time como Cuba na estreia do Mundial. É um time jovem, mas muito forte. Precisamos dar tudo o que temos em todos os momentos, e foi o que fizemos hoje. Às vezes, quando as coisas não estão indo do seu jeito, você só precisa mudar um pouco a maneira como joga e eu estava pronto para entrar e ajudar o time. Agora vamos nos preparar para o Japão e estudar muito o jogo deles”.

O levantador Cachopa entrou na partida para virar o jogo/Divulgação FIVB

PRÓXIMA RODADA

Na próxima rodada do grupo B do Mundial 2022, o Brasil enfrenta o Japão, no próximo domingo, 28 de Agosto, às 9h da manhã, com transmissão do SPORTV 2. Já Cuba joga contra o Catar, também no domingo, 28 de Agosto, mais cedo, às 6h da manhã.

*Atualização Os números da partida do Brasil com Cuba foram atualizados. A FIVB alterou os dados anteriormente divulgados no pós-jogo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s