30 ANOS DO OURO EM BARCELONA

Os campeões olímpicos de voleibol dos Jogos de Barcelona 1992/CBV/Arquivos

Há exatamente 30 anos, mais precisamente no dia 09/08/1992, o Brasil conquistava a sua primeira medalha de ouro olímpico nos esportes coletivos. Sob o comando de José Roberto Guimarães, uma seleção jovem e renovada levou o país ao Olimpo. Desacreditados antes da competição, os “golden boys” surpreenderam o mundo, em uma edição histórica dos Jogos Olímpicos, em Barcelona. Para você ter uma ideia do feito daquele time e a dimensão do fato, o blog detalha em tópicos, a história da conquista do ouro em Barcelona no voleibol masculino.

PRIMEIRO OURO OLÍMPICO

Antes de vencer os Jogos em Barcelona, o Brasil já tinha subido ao pódio no voleibol masculino. Na Olimpíada de Los Angeles em 1984, uma talentosa geração acabou perdendo o ouro na decisão para os Estados Unidos, ficando com a medalha de prata. Nos Jogos seguintes, em Seul 1988, o Brasil acabou perdendo a medalha de bronze para a rival Argentina. Com o fim daquela geração, uma nova seleção de jovens foi preparada para explodir em Atlanta 1996. Mas, os resultados vieram antes do esperado. Após um novo 4º lugar no Campeonato Mundial, dentro de casa, em 1990, José Roberto Guimarães, ainda jovem, assumiu o comando da seleção brasileira masculina.

Antes da competição em Barcelona começar, o Brasil foi muito mal na Liga Mundial 1992. No entanto, o técnico José Roberto Guimarães tinha certeza de que algo muito bom aconteceria com aquela seleção. Em um jogo contra Cuba, ainda na Liga Mundial 1992, um fato curioso na partida deu a certeza de que o destino reservava ao Brasil uma grande supresa. O levantador cubano mexeu na rede, pela parte de baixo, para invalidar uma bola de xeque brasileira. O ato gerou um tumulto que desencadeou uma confusão à beira da quadra. José Roberto Guimarães prometeu levar o ouro em Barcelona após o conflito.

CONTEXTO HISTÓRICO

O Brasil de 1992 passava por uma grave crise política e econômica. O país era dominado pela hiperinflação e o presidente à época enfrentava protestos nas ruas. Os caras pintadas tomaram o Brasil de verde e amarelo pedindo o impeachment do presidente Fernando Collor de Melo. Em Barcelona, o operador do esquema de corrupção do presidente foi visto no meio da torcida brasileira, durante um jogo de vôlei do Brasil. Paulo César Farias havia fugido da justiça, sendo localizado em plena Olimpíada de Barcelona pelas câmeras de televisão.

FAVORITOS

Nem de longe, o Brasil era favorito ao ouro. Itália, Cuba, Estados Unidos, Holanda e a Comunidade dos Estados Independentes, ex-URSS, eram os candidatos ao título olímpico. O Brasil caiu no grupo da morte. Após uma 1ª fase impecável, com 5 vitórias em 5 jogos, os brasileiros ganharam um presente da Itália. Campeões mundiais em 1990, no Rio de Janeiro, os italianos acabaram eliminados nas quartas-de-finais, por uma Holanda desacreditada, depois de uma 1ª fase ruim. O Brasil passou pelo Japão e teve um teste de fogo contra os Estados Unidos, eternos algozes, nas semifinais. Passado o sufoco na primeira parcial, o Brasil bateu os norte-americanos, por 3×1. Na decisão do ouro, o Brasil teria pela frente um novo embate com os holandeses.

TORCIDA BRASILEIRA

Antes de falar da decisão histórica para o voleibol brasileiro, não poderia esquecer de mencionar a torcida brasileira. Um show à parte! Como há muito não se vê nos ginásios de voleibol, a torcida brasileira, de fato, era o sétimo jogador. Um grito de guerra dessa torcida tomou o Brasil do Oiapoque ao Chuí. Os brasileiros entoavam o grito “ Aí, Aí, Aí, Aí, Aí, Aí, em cima, em baixo, puxa e vai”. A energia era tamanha, que não passou despercebida pelo diretor de cinema de Hollywood, Spike Lee. Ele ficou tão encantado com os brasileiros, que torceu junto para o Brasil na final contra os holandeses.

FINAL OLÍMPICA

Como dito acima, o Brasil enfrentou os holandeses na decisão do ouro e na 1ª fase. Após eliminar os italianos e os cubanos, o técnico da Holanda deu entrevista à imprensa, dizendo que não perderia duas vezes para o Brasil. Na 1ª fase, os brasileiros venceram a Holanda por 3×0. Na final olímpica, o mesmo resultado se repetiu. Em um domingo de agosto ensolarado, o Brasil conquistou o ouro em Barcelona, após um ponto de saque, do jovem oposto Marcelo Negrão. Veja o ponto de ouro no link abaixo.

SISTEMA TÁTICO

Para quem acredita que a conquista do ouro em Barcelona foi um golpe de sorte, é bom prestar atenção nas próximas linhas. Com 4 atacantes de potência, José Roberto Guimarães escalou Carlão como “falso central”. Jogador universal, Carlão, praticamente jogava em todas as posições, só faltava levantar. Para ludibriar o bloqueio adversário, ao chegar na rede, mesmo como central, Carlão atacava na ponta e saída de rede.

O sistema montado por José Roberto Guimarães embaralhava as opções de ataque do levantador Maurício, dificultando a marcação das outras seleções. Normalmente pouco utilizado, esse tipo de sistema tático adotado pelo Brasil em Barcelona, não encontra paralelos no voleibol atual e nem naquele momento da modalidade, no naipe masculino.

Os campeões olímpicos no momento do hino nacional/Arquivo/Folha Press

FENÔMENO SEM PRECEDENTES

Que o voleibol já era uma realidade no Brasil, no começo da década de 1990, ninguém questiona. Porém, após a vitória em Barcelona, a modalidade virou uma verdadeira febre no país. Mesmo após lotar o Maracanã, em 1983, nunca havia sido visto no Brasil, um fenômeno de tamanha proporção, algo sem precedentes na história da modalidade. Os campeões olímpicos foram recebidos como heróis, em carro de corpo de bombeiros na cidade de São Paulo. Nossa nação vivia outro estágio histórico. Na era pré-plano Real, a conquista do ouro em Barcelona serviu para descortinar o que viria depois. No link abaixo, você pode acessar a final olímpica entre Brasil e Holanda dos Jogos de 1992.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s