ITÁLIA É CAMPEÃ DA VNL 2022

A Itália venceu a Liga das Nações feminina de vôlei 2022. Foi o primeiro título italiano na história da competição. Anteriormente, a Itália nunca havia subido ao pódio da VNL. Neste ano, na grande final, em Ancara, na Turquia, as italianas bateram o Brasil, em sets diretos, com parciais de 25/23, 25/22, 25/22. Com a conquista, a Itália emendou uma sequência de 13 vitórias consecutivas na Liga das Nações. A última derrota italiana na VNL foi na primeira etapa dessa edição, no dia 4 de Junho, contra a China, por 3×1.

As jogadoras italianas com a medalha de ouro/Volleyball World/Divulgação FIVB

NÚMEROS DA DECISÃO

A oposta italiana Paola Egonu foi a maior pontuadora da final, com 21 pontos. Pelo Brasil, Kisy marcou 14 pontos. O bloqueio italiano foi superior ao brasileiro, com 7 pontos diretos no fundamento contra 4 do Brasil. A Itália errou mais do que o Brasil, mas compensou os números com maior poder ofensivo. Ao todo, as italianas fizeram 50 pontos no ataque contra 41 do Brasil. De acordo com os números da FIVB, o fundo de quadra italiano também foi mais eficiente que o do Brasil. O único fundamento que as brasileiras superaram a Itália, na grande final, foi o serviço.

🇮🇹 ITÁLIA Orro (0), Egonu (21), Bosetti (11), Pietrini (8), Danesi (9), Chirichella (9), De Gennaro (L). Entraram: Lubian (0), Malinov (1), Fersino (L). Técnico: Davide Mazzanti

🇧🇷 BRASIL Macris (2), Kisy (14), Gabi (11), Bergmann (3), Carol (8), Júlia Kudiess (1), Nyeme (L). Entraram: Roberta (0), Lorenne (1), Lorena (1), Pri Daroit (1), Ana Cristina (6), Rosamaria (0), Natinha (L). Técnico: José Roberto Guimarães

A seleção italiana comemorando o título após o jogo/Volleyball World/Divulgação FIVB

PÓS-JOGO

Após a conquista da VNL 22, a oposta Egonu da Itália comentou sobre a vitória em conversa com a imprensa. “Estou super feliz e orgulhosa porque é a primeira vez que vencemos a VNL. Agora podemos finalmente sair de férias! Como sempre digo, posso receber um prêmio como jogadora, mas o mais importante é que estou feliz por trabalharmos juntos como equipe. Estou orgulhosa de ter sido escolhida para vestir uma camisa de igualdade e representar algo tão importante! Espero que possamos continuar com isso…”

Paola Egonu recebe o prêmio de MVP, das mãos do presidente da FIVB, Ary Graça/Volleyball World/Divulgação FIVB

PÓDIO DA LIGA DAS NAÇÕES 2022

Como postado mais cedo no blog, completou o pódio do torneio, na 3ª posição, a seleção da Sérvia, depois de vencer a Turquia, na disputa do bronze, por 3×0.

A seleção da Sérvia com a medalha de bronze/Volleyball World/Divulgação FIVB

SELEÇÃO DA LIGA DAS NAÇÕES 2022

A oposta italiana Paola Egonu foi eleita MVP da Ligas das Nações 2022. A seleção da competição foi composta pela levantadora Orro da Itália, a oposta Paola Egonu da Itália, as ponteiras Bosetti da Itália e Gabi do Brasil, as centrais Carol do Brasil e Stevanovic da Sérvia, e a líbero De Gennaro da Itália.

A seleção da Liga das Nações 2022/Volleyball World/Divulgação FIVB

A CAMPANHA DO TÍTULO

Fase regular

3º lugar 10 vitórias e 2 derrotas

Quartas-de-final

14/7 Itália 3×1 China

Semifinais

16/7 Turquia 0x3 Itália

Final

17/7 Itália 3×0 Brasil

As jogadoras italianas com o troféu da VNL 22/Volleyball World/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s