A 1ª RODADA DOS PLAYOFFS DA SUPERLIGA FEMININA

Na última sexta-feira, 25 de Março, teve início a fase eliminatória da Superliga Feminina 2021/2022. Os oito primeiros colocados da 1ª fase enfrentam-se no sistema de mata-mata, em melhor de 3 jogos, com: 1ºx8º, 2ºx7º, 3ºx6º, 4ºx5º. Pela primeira vez, após dois anos de pandemia, o público está de volta aos ginásios nos playoffs, seguindo regras sanitárias. Confira abaixo, alguns detalhes da 1ª rodada dos playoffs da Superliga Feminina 2021/2022.

PLAYOFFS

Abrindo os playoffs da competição, na última sexta-feira, Pinheiros e Praia jogaram na capital paulista, pelo primeiro jogo das quartas-de-final. O time da casa não conseguiu sustentar a vantagem no placar nos momentos decisivos. Com triplo 25/21, o Praia saiu de quadra com uma vitória por 3×0. Com o resultado, está a uma vitória da próxima fase. A oposta Martínez do Praia foi a maior pontuadora do confronto, com 19 pontos. A central Carol também do Praia ficou com o troféu Viva Vôlei de melhor jogadora em quadra.

A ponteira Kasiely do Praia, em ação de ataque/Divulgação Pinheiros

Ainda na sexta-feira, 25 de Março, foi a vez de Osasco e Sesc/Flamengo entrarem em quadra, pelos playoffs da Superliga Feminina. Jogando em seus domínios, no ginásio José Liberatti, o Osasco conseguiu uma virada espetacular na primeira parcial. O Flamengo acabou derrotado por 3×0, com parciais de 29/27, 25/18, 25/21. A central Fabiana do Osasco levou o troféu Viva Vôlei de melhor jogadora do confronto. A oposta Tifanny do Osasco foi a maior pontuadora do jogo, com 14 pontos.

A oposta Tifanny do Osasco/Carol Oliveira/Osasco

No sábado, na Arena Minas, em Belo Horizonte, Minas e Barueri realizaram a melhor partida das quartas-de-final até o momento. Em jogo emocionante, o Minas saiu vencedor do primeiro jogo dos playoffs, pelo placar de 3×1, com parciais de 25/15, 27/29, 25/22, 25/23. A central Thaísa do Minas foi o destaque individual na pontuação, com 22 pontos. A levantadora Macris do Minas foi eleita a melhor em quadra, recebendo o troféu Viva Vôlei.

A levantadora Macris com o troféu Viva Vôlei/Orlando Bento/MTC

Encerrando a 1ª rodada dos playoffs da Superliga Feminina, ainda no sábado, 26 de Março, Sesi/Bauru e Fluminense jogaram no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. O time da casa dominou o jogo. O Fluminense cometeu muitos erros, principalmente no serviço. O placar final do confronto, ficou em 3×0, a favor do Bauru, com parciais de 25/22, 25/19, 25/20. A oposta norte-americana Reed foi a maior pontuadora do jogo, com 18 pontos. Ela ainda foi eleita a melhor jogadora em quadra, recebendo o troféu Viva Vôlei.

A ponteira Thaisinha, um dos reforços do Bauru/Marcelo Ferrazoli/Sesi/Arquivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s