AS QUARTAS-DE-FINAL DA COPA DO BRASIL FEMININA 2022

Foram definidos os confrontos da fase semifinal da Copa do Brasil feminina de vôlei 2022. O Dentil/Praia Clube, líder da Superliga Feminina 2021/2022, passou pelo Pinheiros, e agora enfrenta o Sesi/Bauru, que eliminou o Sesc/Flamengo. Já o Itambé/Minas, após superar o Barueri, duela com o Osasco, que eliminou o Fluminense, por uma vaga nas finais da competição.

As duas partidas das semifinais estão previstas para ocorrer no fim do mês de Janeiro, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, com transmissão do SPORTV 2. Confira abaixo os detalhes das quartas-de-final da Copa do Brasil feminina 2022.

PRAIA X PINHEIROS

Jogando em casa, o Praia fez valer o mando de quadra, imprimindo um ritmo forte. Com grande atuação da oposta dominicana Martínez, o Praia bateu o Pinheiros, por 3×0, com parciais de 25/20, 25/22, 25/13. Martínez foi a maior pontuadora do confronto, com 16 pontos. Pelo Pinheiros, a jovem oposta Camila Mesquita marcou 10 pontos.

Após a conquista da classificação, a central Carol do Praia comentou sobre a vitória, em entrevista para a imprensa. “Feliz por essa vitória, claro que o Praia vai em busca do título, mas pensando jogo a jogo, partida a partida. A gente sabe que o campeonato é longo, é virar a chave. A gente precisa evoluir a cada dia, a cada treino. O Paulinho vem pedindo muito isso, a concentração em toda partida, imprimir um ritmo maior”.

BAURU X FLAMENGO

No confronto teoricamente mais equilibrado das quartas-de-final da Copa do Brasil feminina 2022, o Bauru superou o Flamengo, pela segunda vez na temporada. Com grande atuação da levantadora Dani Lins, venceu o time de Bernardinho, por 3×1, com parciais de 25/11, 23/25, 25/19, 26/24. A ponteira Thaisinha do Bauru saiu de quadra como maior pontuadora do confronto, com 22 pontos.

Ao final do jogo, a levantadora Dani Lins do Bauru comentou sobre a conquista da classificação, em entrevista ao SPORTV. “No primeiro set, a gente conseguiu eliminar algumas jogadoras delas, mas sabia que essa não era a realidade do jogo. O Rio é um time que tem um volume muito bom, jogadoras habilidosas. Hoje a Nia não estava rodando muita bola, mas a gente conseguiu equilibrar. Sabíamos que o jogo seria quente assim. Jogo contra o Rio e contra o Bernardo sempre é assim”.

A ponteira Suellen do Sesi foi um dos destaques do jogo/Divulgação SESI/Marcelo Ferrazoli

OSASCO x FLUMINENSE

Surpreendido pelo caso de doping da levantadora Bruninha, o Fluminense não teve forças para competir com o Osasco. Jogando no domínio adversário, no ginásio José Liberatti, o Fluminense foi superado por 3×0, com parciais de 25/13, 25/23, 25/23. Com grande atuação individual, a oposta Tifanny foi o destaque do jogo.

Ao fim da partida, a oposta Tifanny comentou sobre o jogo, em conversa com a imprensa. “É muito importante a gente entrar concentrado em diminuir os erros nesse tipo de jogos. O Fluminense é um time muito batalhador. Aconteceu esse caso da Bruninha hoje, mas é um time que dá trabalho. Vamos nos cuidar para que a Superliga continue e esse público maravilhoso possa continuar vindo ao ginásio”.

O bloqueio do Osasco em ação/Divulgação/Carol Oliveira

MINAS X BARUERI

Recuperado após um surto de COVID no time, o Minas bateu o Barueri, em casa, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil 2022. O placar final do confronto, ficou em 3×0, a favor do Minas, com parciais de 25/17, 27/25, 25/15. Mesmo com o revés, a oposta Lorrayna do Barueri foi a maior pontuadora do jogo, com 21 pontos. Pelo Minas, a ponteira turca Ozsoy marcou 15 pontos.

Ao final do jogo, Pri Daroit comentou sobre a vitória, em entrevista. “Nossa postura no final do segundo set como equipe foi muito importante para a gente impor o nosso jogo no terceiro. Nossa equipe vinha de muitos altos e baixos, ficou muito tempo sem jogar, desde o Mundial no ano passado. Foi importante para a gente voltar a imprimir o nosso jogo, que é velocidade. Eu fiquei muito feliz com o meu desempenho”.

Um comentário sobre “AS QUARTAS-DE-FINAL DA COPA DO BRASIL FEMININA 2022”

  1. Adoro volley !!! So’ nao concordo
    com Nathalia narrando. Ela deveria ir para o futebol e jamais no volley. Fala mto, stressa nós q assistimos, sou obrigada a tirar o som, pra conseguir assistir o jogo, mas sinto falta dos comentarios, menos dos que ela faz.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s