O SUL-AMERICANO FEMININO 2021

Começa amanhã na Colômbia, o Sul-Americano feminino de vôlei 2021. O Brasil defende uma hegemonia de 26 anos na competição. A última vez que a seleção brasileira feminina não ganhou o Sul-Americano feminino foi em 1993. Em 2021, as brasileiras disputam o torneio, em busca do 22º título.

Participam do Campeonato Sul-Americano feminina 2021, 5 seleções. São elas: Brasil, Argentina, Peru, Chile e Colômbia. Todos jogam contra todos. O campeão será aquele com maior número de vitórias. A estreia brasileira na competição acontece nesta quarta-feira, 15 de Setembro, às 19h30, contra o Peru, com transmissão do SPORTV 2.

Em relação ao Jogos Olímpicos de Tóquio, três atletas ficaram de fora. São elas: a ponteira Garay, a oposta Tandara e a líbero Camila Brait. As novidades para a competição continental são: a oposta Lorenne, a ponteira Kasiely, a central Mayany e as líberos Nyeme e Natinha.

Também compõe o grupo brasileiro que disputará o Sul-Americano na Colômbia, as seguintes jogadoras: as levantadoras Macris e Roberta, a oposta Rosamaria, as ponteiras Gabi, Natália, Ana Cristina e as centrais Carol Gattaz, Carol e Bia. Nos últimos dias, foi noticiado na imprensa, que a oposta Rosamaria é dúvida para a disputa da competição. De acordo com a imprensa, Rosamaria sofreu ruptura da fáscia plantar.

Competição

Ao anunciar a convocação para o Sul-Americano 2021, José Roberto Guimarães foi muito criticado nas redes pelos torcedores. Muitos pediram espaço para jogadoras mais jovens. Mas felizmente, ou infelizmente para os torcedores e críticos, o tricampeão olímpico acertou, ao manter a base da seleção vice-campeã olímpica nos Jogos de Tóquio, para disputa da competição continental.

Isto porque, o nível do voleibol feminino sul-americano subiu nos últimos anos. Basta lembrar do vexame brasileiro na disputa do Pan de Lima, em 2019. Mesmo com um time B, o Brasil não poderia sair da competição sem subir ao pódio, com duas derrotas para Argentina, por 3×0, uma delas na disputa do bronze, além do revés para a Colômbia nas semifinais.

Como no Sul-Americano 2021, estão em jogo duas vagas para o Mundial da Holanda e da Polônia em 2022, realmente, é melhor se precaver. Apesar da Argentina estar desfalcada, o Brasil poderá encontrar dificuldades na partida contra a Colômbia, dona da casa, atual vice-campeã sul-americana. Além das colombianas, o Brasil também poderá encontrar resistência contra o Peru, tradicional seleção do continente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s