DIÁRIO OLÍMPICO – episódio 9

Foi encerrada a 1ª fase dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, no naipe masculino. Jogando pelo grupo B, o Brasil derrotou a França por 3×2, garantindo a vice-liderança da chave, com 10 pontos. Ainda pelo mesmo grupo, o Comitê Olímpico Russo confirmou o 1º lugar, em vitória contra a Tunísia. Já os Estados Unidos foram eliminados pela Argentina, em confronto direto.

Pela outra chave, a Polônia bateu o Canadá, ficando com a liderança do grupo A. Os italianos terminaram em 2º lugar, após vitória sobre a Venezuela. No confronto direto entre Japão e Irã, melhor para os japoneses, que avançaram de fase, em 3º lugar do grupo. Mesmo com a derrota para os poloneses, o Canadá conseguiu a classificação para a fase de quartas-de-final.

Em seguida ao fechamento da 1ª fase da Olimpíada de Tóquio, foram os sorteados os confrontos da próxima fase. O Brasil enfrentará o Japão. O vencedor desse confronto pega o vencedor do jogo entre Comitê Russo e Canadá nas semifinais. No outro lado do chaveamento, a Polônia joga contra a França. O vencedor desse confronto pega o vencedor do jogo entre Itália e Argentina nas semifinais.

Episódio 9

Abrindo a última rodada da fase classificatória, Polônia e Canadá se enfrentaram pelo grupo A. Sem muita resistência, os poloneses dominaram o jogo do começo ao fim, o Canadá foi derrotado por 3×0, com parciais de 25/15, 25/21, 25/16. O oposto polonês fez a sua melhor partida na competição até o momento. Ele marcou 17 pontos. Pelo Canadá, Hoag fez 9 pontos.

O oposto Kurek, em seu melhor jogo na competição. até o momento/Divulgação FIVB

Após a vitória brasileira sobre a França, pelo grupo B, foi a vez do Comitê Russo jogar com a Tunísia. Sem dificuldades, em mais um jogo com amplo domínio de uma seleção, os representantes russos venceram o jogo, por 3×0, com parciais de 25/20, 25/22, 25/16. Mikhaylov foi o maior pontuador do jogo, com 15 pontos.

Na sequência da rodada, agora pelo grupo A, a Itália confirmou a vice-liderança da chave, com uma vitória tranquila sobre a Venezuela. O placar final do confronto ficou em 3×0, com parciais de 25/22, 25/15, 25/17. Em mais uma boa partida na Olimpíada, Juantorena foi o maior pontuador da Itália e do jogo, com 17 pontos. Pela Venezuela, Willner marcou 8 pontos.

Com grande atuação de Nishida, o Japão conquistou classificação para o mata-mata/Divulgação FIVB

Fechando os jogos do grupo A, Japão e Irã entraram em quadra no confronto direto por classificação para a próxima fase. Em partida decidida apenas no tie-break, os japoneses conquistaram a vitória, com parciais de 25/21, 20/25, 29/31, 25/22, 15/13. Nishida marcou 30 pontos pelo Japão. Salehi fez 26 pontos pelo Irã.

Encerrando a fase classificatória, pelo grupo B, mais um confronto direto por vaga nas quartas, dessa vez, entre Estados Unidos e Argentina. Em partida de superação, os argentinos eliminaram os norte-americanos dos Jogos Olímpicos, com uma vitória por 3×0, com parciais de 25/21, 25/23, 25/23. O ponteiro argentino Conte foi o destaque individual na pontuação, com 16 pontos.

O norte-americanos lamentam a eliminação para a Argentina/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s