BRASIL ENCAMINHA LIDERANÇA NA CHAVE

A oposta Tandara fez sua melhor partida na competição, até o momento/Divulgação FIVB

Pelos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, em jogo válido pela 4ª rodada do grupo A, do torneio de vôlei feminino, o Brasil bateu a atual campeã mundial. Jogando na Arena Ariaki, contra a Sérvia, as brasileiras saíram de quadra com uma importante vitória por 3×1, com parciais de 25/20, 25/16, 23/25, 25/19. A oposta Tandara foi a maior pontuadora brasileira no jogo com 19 pontos. Pela Sérvia, Boskovic marcou 32 pontos. Com o resultado, o Brasil encaminhou a liderança do grupo A. Com uma vitória no próximo jogo garante o 1º lugar.

Ao final do jogo, o destaque do Brasil no confronto, a oposta Tandara, comentou sobre a vitória na área de imprensa. “Estamos mostrando como o nosso grupo é forte. Tenho que agradecer as jogadoras por todo o apoio que tenho recebido. A Olimpíada é um campeonato de tiro curto e precisamos de todas as 12 jogadoras. Treinei muito para esse momento e hoje joguei mais confiante. Agora é pensar nos próximos desafios”.

O adversário brasileiro da última rodada da 1ª fase será a seleção africana do Quênia. A partida está marcada para segunda-feira, 2 de Agosto, às 9h45 da manhã, com transmissão da Tv Globo, SPORTV e BandSports. Já a seleção da Sérvia, enfrenta a Coreia do Sul, no Domingo, 1º de Agosto, às 21h.

A levantadora Roberta surpreendeu o bloqueio sérvio/Divulgação FIVB

O JOGO

Brasileiras e sérvias começaram a partida emparelhadas no placar. O Brasil abriu frente no marcador explorando a fragilidade da linha de passe da seleção europeia. Em contrapartida, a Servia cometia muitos erros no serviço. A oposta Tandara estava inspirada. O bloqueio sérvio tinha dificuldades com o jogo da levantadora Roberta. As sérvias pareciam desinteressadas. Nem mesmo o aproveitamento no ataque de Boskovic foi capaz de parar o Brasil.

Na segunda parcial, as brasileiras realizaram seu melhor set no jogo. Com amplo domínio, principalmente, pelo volume de jogo, o Brasil obrigou o técnico da Sérvia a trocar sua peças. A ponteira Mihajlovic foi para o banco. Ao que parece ainda não ganhou ritmo de jogo, após contusão. Ele ainda fez uma troca simples de levantadora e central. Não adiantou muito, porque a Sérvia continuo errando demais.

Na terceira parcial, as brasileiras perderam eficiência no ataque. O bloqueio sérvio melhorou a leitura do jogo da levantadora Roberta. A Sérvia ainda se ajustou no fundo de quadra, pontuando mais em contra-ataques, pela primeira vez no jogo, mais do que o Brasil. Além disso, errou menos. Resultado: o jogo foi para o 4º set.

Na última parcial do jogo, a disputa se deu ponto a ponto, até pouco mais da metade do set. O Brasil começou a amortecer os ataques de Boskovic, além de pará-la no bloqueio, por três vezes. A Sérvia fez novas modificações, com mais um entra e sai, mas não resolveu a situação porque a rede encalhou. O Brasil aproveitou a situação, abriu uma vantagem de 5 pontos e fechou o jogo em 3×1.

🇷🇸SÉRVIA Ognjenovic (1), Boskovic (32), Milenkovic (9), Mihajlovic (3), Rasic (5), Aleksic (3), Popovic (L). Entraram: Busa (10), Popovic (2), Mirkovic (0). Técnico: Zoran Terzic

🇧🇷BRASIL Roberta (4), Tandara (19), Garay (17), Gabi (12), Carol (10), Carol Gattaz (10), Brait (L). Entraram: Natália (0), Rosamaria (0), Ana Cristina (0). Técnico: José Roberto Guimarães

A seleção brasileira em conjunto/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s