DIÁRIO OLÍMPICO – episódio 5

Pela terceira rodada da 1ª fase do torneio masculino de vôlei, da Olimpíada de Tóquio 2020, o Brasil sofreu uma derrota para o Comitê Olímpico Russo, em jogo do grupo B. Ainda pela mesma chave, Estados Unidos e Argentina também venceram na rodada. Já pelo grupo A, o Canadá conquistou a primeira vitória, enquanto Itália e Polônia derrotaram os seus adversários na rodada. Confira os detalhes da 3ª rodada dos Jogos de Tóquio.

Episódio 5

Começando o terceiro dia de competições, dos Jogos de Tóquio 2020, no naipe masculino, pelo grupo A, Canadá e Irã entraram em quadra. Pela 1ª vez na Olimpíada 2020, o Canadá venceu uma partida. Os iranianos perderam a invencibilidade no torneio. O placar final do confronto ficou em 3×0, com parciais de 25/16, 25/20, 25/22, a favor dos canadenses. O ponteiro Perrin foi o maior pontuador do jogo com 16 pontos.

O ponteiro canadense Perrin/Divulgação FIVB

Na sequência da rodada, pelo grupo B, os Estados Unidos enfrentaram a Tunísia. Os americanos não fizeram uma boa partida. Já os tunisianos, ao contrário, realizaram sua melhor exibição na Olimpíada até aqui. Eles conseguiram tirar um set dos Estados Unidos e complicaram a quarta parcial. No fim, melhor para os americanos, por 3×1, com parciais 25/14, 23/25, 25/14, 25/23.

Ainda pelo grupo B, França e Argentina fizeram o confronto mais equilibrado da rodada. De virada, após a derrota para os brasileiros, a Argentina venceu a primeira na Olimpíada de Tóquio 2020, por 3×2, com parciais de 23/25, 25/17, 25/20, 15/25, 15/13. Mesmo com o revés, o ponteiro Clevenot da França foi o maior pontuador do jogo, com 24 pontos.

O ponteiro Poglajen entrou durante o jogo e ajudou a Argentina na vitória contra a França/Divulgação FIVB

Em seguida, Polônia e Venezuela disputaram partida pelo grupo A. Os poloneses não entraram quadra com sua equipe considerada titular e abriram 2×0 no placar, com facilidade. Porém, foram surpreendidos pelos venezuelanos, na terceira parcial. No 4º set, a Polônia retomou o controle do jogo, fechando a partida, em 3×1, com parciais de 25/16, 25/13, 18/25, 25/15.

O ponteiro polonês Semeniuk, maior pontuador do jogo com a Venezuela, com 24 pontos/Divulgação FIVB

Fechando os jogos do grupo A, a Itália jogou contra o Japão, dono da casa. Como dito mais cedo no blog, foi a melhor performance do oposto italiano Zaytsev na competição. Ele marcou 18 pontos. Auxiliado por Juantorena, comandou a vitória da Itália sobre o Japão, por 3×1, com parciais de 25/20, 25/17, 23/25, 25/21. Foi a primeira derrota do Japão na competição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s