DIÁRIO OLÍMPICO – episódio 2

Teve início o torneio feminino de voleibol dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em dia de estreia brasileira, na Ariaki Arena, contra a Coreia do Sul, mais cinco jogos aconteceram na primeira rodada da competição. Com todos as partidas, encerradas por 3×0, Itália, Estados Unidos, Sérvia, Japão e Turquia foram os vencedores do dia. Confira abaixo, os detalhes dessas partidas.

Episódio 2

Abrindo o primeiro dia de competição, no torneio feminino de voleibol, Itália e Comitê Olímpico Russo entraram em quadra, em jogo válido pelo grupo B. Em partida, em que as duas principais atacantes, das duas seleções, estiveram abaixo da média, melhor para as italianas. O placar do jogo ficou em 3×0 para a Itália, com parciais de 25/23, 25/19, 25/14. Mesmo com o rendimento abaixo do esperado, Paola Egonu da Itália marcou 18 pontos.

Egonu no serviço/Divulgação FIVB

Na sequência do dia, foi a vez dos Estados Unidos fazer a sua estreia contra a seleção da Argentina, também pelo grupo B da competição. Em jogo relativamente tranquilo, chamou à atenção, a paralisação do confronto, logo no comecinho, por divergência da mesa, em relação ao placar. No fim, deu a lógica, vitória norte-americana, por 3×0, com parciais de 25/20, 25/19, 25/20. A oposta Thompson dos Estados Unidos foi o destaque individual, com 20 pontos.

No terceiro jogo da rodada, na abertura do grupo A, a Sérvia confirmou o favoritismo contra a República Dominicana. Em grande dia da oposta Boskovic, a seleção da Sérvia venceu em sua estreia nos Jogos, por 3×0, com parciais de 25/18, 25/12, 25/20. Com grande desempenho individual, Boskovic marcou 28 pontos, sendo 24 de ataque, 3 no bloqueio e 1 no serviço.

A oposta Boskovic/Divulgação FIVB

Seguindo a rodada, pelo grupo B, a Turquia surpreendeu a China, como já dito mais cedo no blog, saindo de quadra com uma vitória maiúscula. Sem tomar conhecimento das adversárias, atuais campeãs olímpicas, a Turquia venceu por 3×0, com parciais de 25/21, 25/14, 25/14. A estrela olímpica chinesa Zhu teve desempenho técnico abaixo do esperado, marcando apenas 4 pontos.

Finalmente, pelo grupo A do torneio feminino de vôlei, dos Jogos de Tóquio, o Japão estreou contra o Quênia. Com susto na terceira parcial, as japonesas superaram o primeiro desafio da Olimpíada, dentro de casa, por 3×0, com parciais de 25/15, 25/11, 25/23. O técnico do Osasco Luizomar de Moura fez seu primeiro jogo de Olimpíadas na história. Ele é treinador do Quênia. Chumba do Quênia foi a maior pontuadora do jogo, com 18 pontos.

O técnico Luizomar de Moura/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s