DIÁRIO OLÍMPICO – episódio 1

Foi dada a largada nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em noite de estreia brasileira, no naipe masculino, no torneio do voleibol, mais cinco jogos agitaram a quadra da Ariaki Arena. Com três viradas, Itália, Comitê Olímpico Russo, Irã, Japão e Estados Unidos foram os vencedores da 1ª rodada da competição. Confira abaixo, os detalhes dessas partidas.

Episódio 1

Abrindo o primeiro dia de Olimpíada, no torneio masculino de vôlei, Itália e Canadá entraram em quadra pelo grupo A. Os canadenses chegaram a abrir 2×0 no placar, mas não conseguiram sustentar a vantagem. Em uma péssima jornada, o oposto italiano Zaytsev foi substituído pelo técnico Blengini. Com grande atuação do jovem ponteiro Michieletto, a seleção italiana virou o jogo, para 3×2, com parciais de 26/28, 18/25, 25/21, 25/18, 15/11.

Zaytsev assistiu a virada italiana do banco/Divulgação FIVB

Seguindo a rodada, agora pelo grupo B, o Comitê Olímpico Russo enfrentou a Argentina. Em mais uma virada no dia, os representantes russos devolveram a derrota para os argentinos, na Rio 2016, pelo placar de 3×1, com parciais de 21/25, 25/23, 25/17, 25/21. O oposto Bruno Lima da Argentina foi o maior pontuador do confronto, com 18 pontos.

O bloqueio japonês/Divulgação FIVB

Na quarta partida do dia, pelo grupo A, os donos casa fizeram sua estreia contra a Venezuela. Sem sustos, o Japão fez um excelente jogo contra os venezuelanos. Chamou à atenção, neste confronto, o bloqueio japonês. Com 10 pontos diretos, o fundamento foi decisivo para o triunfo do Japão. O placar final do confronto ficou em 3×0, com parciais de 25/21, 25/20, 25/15, a favor do japoneses.

Ainda pelo grupo A, poloneses e iranianos duelaram logo cedo, hora de Brasília. Em mais uma virada na rodada, o Irã provocou a primeira zebra no torneio olímpico de vôlei masculino. Com uma vitória no tie-break, de forma espetacular, com parciais de 18/25, 25/22, 25/22, 22/25, 23/21, os iranianos bateram a favorita ao ouro Polônia.

O oposto Ghafour do Irã/Divulgação FIVB

O oposto Ghafour do Irã conversou com a imprensa sobre a vitória. “Eu estou muito feliz que nós fomos capazes de vencer esse jogo difícil. Eu acho que nossos torcedores estão orgulhosos até mesmo se perdêssemos essa partida, porque eles sabem que nós demos o melhor durante todo o jogo”.

Encerrando o dia, os norte-americanos realizaram a melhor exibição da rodada. Em jogo válido pelo grupo B, chave do Brasil, os Estados Unidos bateram a França. Em duelo direto de favoritos, melhor para os americanos, pelo placar de 3×0, com parciais de 25/18, 25/18, 25/22. O ponteiro americano Sander saiu do jogo como o maior pontuador, com 15 pontos.

A seleção norte-americana comemora ponto/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s