AS PROJEÇÕES DA ASSOCIATED PRESS

A Associated Press, uma das maiores agências de notícias do mundo, publicou na última segunda-feira, 19 de Julho, uma previsão do quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Em se tratando de voleibol de quadra, segundo a agência, o Brasil subirá ao pódio nos dois naipes. Na categoria masculina, o Brasil seria medalha de prata. Na categoria feminina, o Brasil seria medalha de bronze.

Ainda de acordo com a Associated Press, entre os homens, o pódio olímpico em Tóquio seria completado pelo ouro da Polônia e o bronze da França. Entre as mulheres, os Estados Unidos conquistariam o seu primeiro ouro olímpico na modalidade. A prata ficaria com a China, atual campeã olímpica.

No entanto, quando comparado as projeções da agência para os Jogos do Rio, em 2016, com os resultados finais daquela Olimpíada, temos algumas discrepâncias. O único acerto da Associated Press foi o ouro do Brasil no naipe masculino. Naquela época, para agência, a Polônia seria prata e a Rússia bronze. O resultado final foi a Itália com a prata e os Estados Unidos com o bronze.

No caso do feminino, o erro de prognóstico é evidente. Segundo a agência, os Estados Unidos seriam ouro, o Brasil seria prata e a China seria bronze. Deu tudo errado! A China ficou com o seu terceiro ouro na história das Olimpíadas, a Sérvia foi medalhista pela primeira vez, ficando com a prata, e os Estados Unidos foi bronze.

Além disso, para quem acompanha o voleibol com frequência, é interessante notar que o pódio olímpico previsto para os Jogos de Tóquio, pela Associated Press, é idêntico ao do Mundial 2014 na categoria feminina e quase o mesmo do Mundial 2014 na categoria masculina.

Naquele ano, entre as mulheres, os Estados Unidos foi campeão mundial pela 1ª vez, contra a China, que ficou com a prata. O Brasil apesar do favoritismo foi bronze. Entre os homens, após um jejum de 30 anos, a Polônia foi campeã mundial, em casa, contra o Brasil, que ficou com a prata. A divergência com a projeção da agência para 2020, seria na disputa do bronze. Em 2014, a Alemanha bateu a França, por 3×0, ficando em 3º lugar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s