A LISTA OLÍMPICA DE JOSÉ ROBERTO GUIMARÃES

Logo após o fim da Liga das Nações feminina 2021, mais exatamente, no sábado, 26 de Junho, o técnico José Roberto Guimarães divulgou a lista das doze atletas que irão defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. São elas: as levantadoras Macris e Roberta, as centrais Carol, Bia e Carol Gattaz, as ponteiras Gabi, Natália, Fernanda Garay e Ana Cristina, a oposta Tandara, a ponta/oposta Rosamaria, e a líbero Camila Brait.

Os principais nomes preteridos foram os da oposta bicampeã olímpica Sheilla, da levantadora Dani Lins ouro em Londres e da oposta Lorenne do Flamengo. Sobre isso, chamou à atenção, o silêncio da mídia sobre o corte de Lorenne. Apesar da temporada irregular, defendendo o rubro-negro na Superliga, na temporada 2020/2021, a oposta foi uma das responsáveis pela classificação olímpica ao lado da central Mara, no Pré-Olímpico, em 2019.

Ao que parece, José Roberto Guimarães não encontrou a solução certa para encaixar Lorenne no time, sem perder a jovem Ana Cristina. Fato é que, a média de idade da seleção brasileira está alta. Não que seja esse o motivo da convocação de Ana Cristina, mas a sua ida para Tóquio ajuda a baixar a média de idade do time. Seja por isso ou por rendimento abaixo do esperado, Sheilla e Dani Lins foram corretamente cortadas.

A oposta Lorenne/Divulgação FIVB

Não é a primeira vez que um jogador ou jogadora é cortado da seleção, após um excelente desempenho no Pré-Olímpico. No naipe masculino, nos Jogos de Sydney 2000, o oposto Joel, depois de uma grande performance no qualificatório sul-americano, foi preterido da convocação pelo técnico Radamés Lattari, hoje dirigente da CBV.

Também não poderia deixar de citar, a convocação de Rosamaria. Atuando como ponteira ou oposta, ela está sendo apontada pelos especialistas e torcedores como o coringa de José Roberto. No entanto, ela deixa claro a sua preferência pela posição na saída de rede. Durante a VNL 2021, Rosamaria foi testada nas duas posições. Talvez isso, explique o corte de Lorenne e a preferência de José Roberto.

Para completar, na última semana, foi anunciado a possibilidade da delegação brasileira levar 14 atletas para os Jogos de Tóquio, sendo dois atletas como reserva para treinamento, em virtude da pandemia do coronavírus, em caráter excepcional. Ao contrário da seleção masculina, de acordo com o site Webvolei, José Roberto preferiu não utilizar o recurso.

Um comentário sobre “A LISTA OLÍMPICA DE JOSÉ ROBERTO GUIMARÃES”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s