AS ESTATÍSTICAS DA VNL MASCULINA 2021

Após 14 rodadas da VNL masculina 2021, as estatísticas da competição apresentam os destaques do torneio por fundamento. Entre os maiores pontuadores, em 1º lugar, está o oposto holandês Abdel-Aziz, com 247 pontos. Na vice-liderança, o ponteiro esloveno Cebulj, com 208 pontos. Em 3º lugar, o oposto russo Mikhaylov, com 187 pontos. O melhor brasileiro colocado é o ponteiro Lucarelli, na 21ª posição, com 131 pontos, sendo 106 no ataque, 11 de bloqueio, 14 no serviço.

Na eficiência de ataque, a liderança também pertence ao holandês Abdel-Aziz, com 206 pontos, em um total de mais de 380 ações de ataque. Também mais uma vez, na vice-liderança, o ponteiro esloveno Cebulj, com 117 ataques vencedores, em 353 ações. Na 3ª posição, o russo Mikhaylov, com 156 ataques no chão, em quase 307 ações no fundamento. O melhor brasileiro colocado é o oposto Wallace, na 19ª posição, com 115 pontos, com 197 ações de ataque.

No bloqueio, a liderança é do central da Sérvia Podrascanin, com 42 pontos no fundamento. Em 2º lugar, também um central da Sérvia, Krsmanovic, com 28 pontos. Na 3ª posição, o central iraniano Mousavi, com 27 pontos. O melhor brasileiro colocado é o central Isac, na décima segunda posição, com 21 pontos diretos no fundamento.

No serviço, em 1º lugar, o holandês Abdel-Aziz, com 32 pontos. No 2º lugar, o ponteiro cubano naturalizado polonês Leon, com 26 pontos. Completando o pódio no fundamento, o oposto sérvio Luburic, com 16 pontos. O melhor brasileiro colocado é o ponteiro Lucarelli, na décima segunda posição, com 14 pontos diretos no fundamento.

Já no levantamento, a liderança é do esloveno Ropret, com 357 ações de sucesso. Em 2º lugar, o sérvio Jovovic, com 315 ações de sucesso. No 3º lugar, o alemão Zimmermann, com 278 ações de sucesso. O levantador brasileiro Bruninho aparece em 7º lugar, com 227 ações de sucesso no levantamento.

Na recepção, em 1º lugar, está o líbero alemão Zenger. Em 2º lugar, o líbero da Sérvia, Ivovic. Completando o ranking dos três primeiros, o ponteiro iraniano Ebadipour. O melhor brasileiro colocado no fundamento é o líbero Thales, na 11ª posição.

Finalizando os números das estatísticas, na defesa, em 1º lugar, o líbero italiano Balaso. Na vice-liderança, o líbero alemão Zenger. Em 3º lugar, o líbero da Eslovênia Jani Kovacic. O líbero brasileiro Thales aparece em 12º lugar, com 83 defesas, em um total de 105 ações.

Fonte: FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s