AS ESTATÍSTICAS DA VNL FEMININA 2021

Após 13 rodadas da VNL feminina 2021, as estatísticas da competição apresentam os destaques do torneio por fundamento. Entre as maiores pontuadoras, em 1º lugar, está a ponteira Herbots da Bélgica, com 277 pontos. Na vice-liderança, a gigante polonesa Stysiak, com 241 pontos. Em 3º lugar, a canadense Van Ryk, com 223 pontos. A melhor brasileira colocada é a oposta Tandara, na 7ª posição, com 192 pontos.

Na eficiência de ataque, a liderança mais uma vez é da belga Herbots, com 258 pontos, em um total de mais de 600 ações de ataque. Também mais uma vez, na vice-liderança, a gigante polonesa Stysiak, com 205 ataques vencedores, em 468 ações. Na terceira posição, a japonesa Koga, com 189 ataques no chão, em quase 450 ações no fundamento. A melhor brasileira colocada é a oposta Tandara, com 168 pontos, com 378 ações de ataque.

No bloqueio, a liderança é da jovem Kocic da Sérvia, com 38 pontos no fundamento. Em segundo lugar, a belga Janssens, com 37 pontos. Na terceira posição, a central turca Erdem, com 37 pontos. A melhor brasileira colocada é a central Carol, em décimo lugar, com 24 pontos diretos no fundamento bloqueio.

No serviço, em 1º lugar, a alemã Weitzel, com 19 pontos. No 2º lugar, a oposta turca Karakurt, dona de um saque viagem poderoso, com 16 pontos. Completando o pódio no fundamento, a japonesa Kurogo, também com 16 pontos. Nenhuma atleta brasileira aparece ranqueada no serviço, entre as 20 primeiras.

Já no levantamento, a liderança é da jovem japonesa Momii, com 334 ações de sucesso. Em 2º lugar, a holandesa Bongaerts, com 300 ações de sucesso. No 3º lugar, a belga Van de Vyver, com 276 ações de sucesso. A levantadora brasileira Macris aparece em 4º lugar, com 243 ações de sucesso no levantamento.

Na recepção, as duas primeiras posições pertecem ao Japão. Em 1º lugar, a ponta Ishikawa, MVP do último Mundial juvenil. Em 2º lugar, sua colega de seleção, a ponteira Koga. Completando o ranking das três primeiras, a polonesa Maria Stenzel. A melhor brasileira colocada no fundamento é a ponteira Gabi, na 12ª posição.

Finalizando os números das estatísticas, na defesa, em 1º lugar, a líbero dominicana Castillo. Na vice-liderança, a líbero turca Akoz. Em 3º lugar, a líbero holandesa Schoot. A líbero brasileira Camila Brait aparece em 4º lugar, com 167 defesas, em um total de 206 ações.

Fonte: FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s