AS ESTATÍSTICAS DA SUPERLIGA MASCULINA

Após seis rodadas da temporada 2020/2021 da Superliga Masculina, já é possível realizar um panorama do desempenho individual dos atletas, com base nos dados estatísticos da CBV. Nesse momento da competição, o oposto Renan do Itapetininga lidera no quesito pontuação. Ao todo, ele já marcou 114 pontos, quase 30 pontos de diferença para o 2º colocado, Escobar do Minas, que marcou até agora 85 pontos.

Renan também lidera as estatísticas na média de pontos por set, com 6 pts. Nesses números, o oposto Franco do Blumenau aparece em 2º lugar, com média de 4,82. Na 3ª posição, está o jovem oposto Darlan do Sesi/SP, com 4,76 de média. Lembrando que tanto Franco, quanto Darlan, possuem jogos a cumprir em virtude da pandemia do coronavírus.

No fundamento ataque, dois centrais estão na frente com maior aproveitamento. São eles: Michel do Campinas e Lucão do Taubaté. O primeiro com 71% de eficiência e o segundo também com 71% de eficiência. A diferença fica nos critérios de desempate. O terceiro colocado é o argentino Conte do Cruzeiro com 67%.

No bloqueio, mais um central do Taubaté aparece entre os destaques. Trata-se de Maurício Souza com média de 1,29 pontos no fundamento por set. Nos números totais, Maurício Souza também lidera com 22 pontos de bloqueio na competição até o momento. Em 2º lugar, está o central Michel do Campinas, com 14 pontos totais. Em 3º, está o central Léo do Sesi/SP, com 13 pontos.

Já na recepção, a disputa pela liderança está entre os dois mais fortes concorrentes para a posição de líbero da seleção brasileira nos Jogos de Tóquio. No caso, o líbero Thales do Taubaté e o líbero Maique do Minas. Com 79% de eficiência no passe, Thales está em 1º, seguido de perto por Maique, com 77% de aproveitamento no fundamento.

Encerrando a leitura dos números da CBV, uma análise do serviço. Nos números totais, o ponteiro Rammé do Guarulhos lidera com 10 pontos no fundamento, seguido de Pinho do Uberlândia com 8 pontos. Em 3º lugar, com 7 pontos, está o levantador Bruninho do Taubaté. Já na média por set, a liderança pertence ao central Riad do Taubaté, com média de 1 ponto. Em 2º está o ponteiro Rammé com 0,53. Fechando o top 3, na média, aparece o ponteiro Álvaro do Cruzeiro com 0,5.

O time dos sonhos da Superliga Masculina 2020/2021, até agora, segundo a CBV, é formado pelo levantador Cachopa do Cruzeiro, o oposto Darlan do Sesi, os centrais Maurício Souza e Riad do Taubaté, os ponteiros Maurício Borges do Taubaté e Rammé do Guarulhos, e o líbero Maique do Minas.

Fonte: CBV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s