OS TÉCNICOS ARGENTINOS NO BRASIL

O voleibol brasileiro sempre teve as portas abertas para os nossos vizinhos argentinos. Seja dentro de quadra ou fora dela, eles sempre estiveram presentes em nossas competições. Nem por isso, a rivalidade entre os dois países na modalidade deixou de existir. No entanto, o intercâmbio entre os dois países contribuiu para o crescimento da excelência no esporte. O maior exemplo disso é a forte presença de técnicos argentinos na história da Superliga Masculina.

Em se tratando de história da Superliga, no naipe masculino, 5 treinadores argentinos já disputaram o certame. Com menor destaque, Jon Uriarte e Daniel Castellani. O primeiro comandou a Austrália no ciclo de 2000 a 2004, sendo vice-campeão da Superliga com o Minas na temporada 2004/2005. Mais tarde, na última década, ele voltou a ser técnico da seleção australiana masculina.

Já o segundo, Castellani, teve passagem turbulenta pelo Taubaté, na temporada 2018/2019, sendo substituído por Renan Dal Zotto. Após a sua saída, o Taubaté foi campeão da Superliga pela 1ª vez. Em seu currículo, consta o primeiro título europeu masculino da Polônia em 2009. Em comum entre Uriarte e Castellani, está a conquista da medalha de bronze pela Argentina, nos Jogos de Seul em 1988, como jogadores.

Os outros três treinadores com passagens por equipes brasileiras masculinas na Superliga disputam a atual edição da competição. São eles: Horácio Dileo, Marcelo Mendez, Javier Weber. Cada um deles, com currículos de fazer inveja a Bernardinho, José Roberto Guimarães e Bebeto de Freitas.

Marcelo Mendez (Divulgação FIVB)

Campeão de tudo com o Cruzeiro, a frente do projeto do Sada há mais de dez anos, atual treinador da seleção masculina da Argentina, Marcelo Mendez representa como ninguém o sucesso do intercâmbio técnico da Superliga, seja fora ou dentro de quadra. Seu legado para o vôlei brasileiro é tão importante, que ele foi cogitado a treinar a seleção nacional após a saída de Bernardinho.

Javier Weber/Divulgação FIVB

Único estrangeiro a ser campeão como treinador e jogador da Superliga Masculina, Javier Weber é um grande conhecido da modalidade no Brasil. Responsável pelo desenvolvimento de jovens talentos em seu país, ele despontou como técnico após conquistar a Superliga Masculina pela Unisul na temporada 2003/2004. Entre suas conquistas está o bronze em Seul como atleta, além da hegemonia nacional no vôlei argentino com o Bolívar, como treinador. Também esteve presente nos Jogos Olímpicos como treinador de seu país em 2008 e 2012.

Horácio Dileo/Divulgação Vôlei Renata

Atual campeão paulista pelo Campinas, Horácio Dileo já é uma figura constante na Superliga. No Brasil, desde 2016, Dileo alcançou a marca de mais de 130 jogos como técnico do Campinas. Profundo conhecedor de vôlei, seu trabalho foi reconhecido por ninguém menos que Marcelo Mendez, outro técnico argentino da Superliga. Atualmente, além de dirigir o Campinas, Dileo é assistente de Marcelo Mendez na seleção masculina da Argentina. Juntos, no ano passado, eles conquistaram o ouro no Pan de Lima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s