A 1ª RODADA DA SUPERLIGA FEMININA

Começou a temporada 2020/2021 da Superliga Feminina. A rodada inaugural da competição aconteceu no início dessa semana, na última segunda e terça-feira, nos dias 9 e 10 de Novembro. No total, foram 6 jogos, válidos pela 1ª rodada do torneio. Confira abaixo um panorama da abertura da Superliga Feminina.

1ª rodada

Na segunda, 9 de Novembro, em Curitiba, no ginásio do Colégio Positivo, o Curitiba Vôlei recebeu o Osasco/Audax de Tandara, no primeiro jogo da temporada. O atual campeão paulista encontrou dificuldades, mas saiu de quadra com a vitória. O placar final do jogo ficou em 3×1, para o Osasco, com parciais de 25/19, 17/25, 25/22, 25/13. Destaque para o bloqueio osasquense que alcançou a marca impressionante de 24 pontos diretos no fundamento.

Na sequência da rodada, ainda na segunda, na capital paulista, o Pinheiros enfrentou o Sesi/Bauru. Na estreia do novo técnico da equipe, Rubinho, o Bauru quase deixou escapar a vitória por 3×0, mas conseguiu fechar a partida por esse placar, com parciais de 25/18, 25/17, 30/28. A ponteira Tifanny foi a maior pontuadora do jogo com 15 pontos.

A ponteira Tifanny no ataque/Divulgação ECP/Ricardo Bufolin

No fim da tarde de terça-feira, 10 de Novembro, no Rio de Janeiro, o Fluminense jogou contra o São Paulo/Barueri. No duelo de tricolores, melhor para o time paulista. Com grande atuação individual da ponteira Karina, o São Paulo do técnico José Roberto Guimarães venceu a partida, por 3×0, com parciais de 25/13, 25/19, 25/23.

No mesmo dia, um pouco mais tarde, o Itambé/Minas estreou na competição contra o São Caetano, fora de casa, no ABC Paulista, no ginásio Lauro Gomes. Sem dificuldades, o Minas derrotou o São Caetano pelo placar de 3×0, com parciais de 25/20, 25/15, 25/13. A central Thaísa do Minas foi a maior pontuadora do jogo com 13 pontos.

Ainda na terça, no Paraná, em São José dos Pinhais, no ginásio Ney Braga, foi a vez do Praia Clube entrar em quadra pela 1ª rodada da Superliga Feminina contra o time da casa. O atual tricampeão da Supercopa não tomou conhecimento do debutante da Superliga Feminina, com uma vitória convincente por 3×0, com parciais de 25/13, 25/16, 25/16.

Fechando a 1ª rodada, no Rio de Janeiro, no ginásio Hélio Maurício, o Sesc/Flamengo tomou um susto na primeira parcial do jogo com o Brasília Vôlei. Cometendo muitos erros, sem poder contar com Lorenne, o time de Bernardinho perdeu o 1º set, por 25/14. Com uma troca simples de levantadoras, o Sesc/Flamengo retomou o controle do jogo, fechando a partida em 3×1. A líbero estreante Marcelle, quarta opção do elenco para a posição, entrou no jogo, sendo eleita a melhor em quadra pelos internautas.

O Flamengo em comemoração de ponto/Divulgação Flamengo/Paula Reis

Fonte: CBV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s