BERNARDINHO E BRUNINHO, JUNTOS, EM LIVE SOLIDÁRIA DO SESC/RJ

Na quinta-feira, 21 de Maio, Bernardinho e Bruninho, juntos, realizaram live solidária para o patrocinador do time feminino do ex-treinador da seleção masculina brasileira de vôlei. O tema principal do encontro entre pai e filho, campeões olímpicos na Rio 2016, foi sobre os valores do esporte, desde a formação até a carreira profissional, seja como atleta ou não.

Entre os pontos destacados por Bernardinho acerca da importância do esporte na sociedade foram citados o desenvolvimento da disciplina e o respeito à hierarquia e às normas. Já Bruninho endossou os aspectos levantados pelo pai, além da importância do trabalho em equipe para criar solidariedade e generosidade com os companheiros de time.

Segundo ambos, essas características são ferramentas importantes para serem utilizadas em qualquer atividade profissional. Compreender que o grupo é mais importante que o individualismo. Entre os exemplos abordados, para essa questão, está a divisão de prêmios na seleção brasileira masculina de vôlei, durante o período em que era dirigida por Bernardinho.

Outro ponto em que pai e filho apontaram como fundamental na vida em sociedade e no esporte é a liderança. De acordo com eles, a grande característica do líder é ser o exemplo para todos. Ter sensibilidade e humildade em se colocar no lugar do outro. Inspirar e motivar as pessoas ao seu redor. Fazer e não falar. Mostrar o caminho. Não estar acima de ninguém. Desafiar o outro a ser melhor e cuidar das pessoas.

Sobre o treinamento e a capacitação, Bruninho e Bernardinho indicam esses pontos como fundamentais para vencer. Ser dedicado e ter vontade de evoluir sempre. Realizar com paixão, com cada vez mais vontade de querer algo mais. Instigar. Encontrar formas para evoluir. Além disso, Bernardinho aponta que esse é o elemento controlável da capacitação, sendo o treinamento o desenvolvimento da sua capacidade individual.

A lição das derrotas

Bernardinho e Bruninho também falaram sobre como o esporte ajuda a lidar com frustrações. Para ambos, aprendem-se muitas lições com as derrotas. Um fator preponderante para Bernardinho é o conceito físico de resiliência. Ou seja, retomar a sua forma e voltar ainda melhor. Um exemplo de derrota citado foi a perda da final olímpica para a Rússia, em Londres 2012.

Segundo Bernardinho, quando questiona-se, faz-se melhor, busca caminhos, assume-se responsabilidades. Esses caminhos provocam mudanças na intensidade, na forma, em um novo conhecimento, desenvolvimento. Esses questionamentos provocam mudanças, e mudanças provocam crescimento.

Mais uma vez, o exemplo de Londres foi citado. Bernardinho diz ter pensado naquilo durante anos. Vira e mexe ainda pensa na dor que sentiu. Foi uma dura derrota de virada para os russos. Foram 4 anos de questionamento. Nos 4 anos, foram várias vezes vices. Uma sequência de vices. Mas, não perdeu a crença. De acordo com ele, o merecimento alimenta a fé. O mais importante é mostrar aos jovens que a vida não é justa. É voltar e tentar novamente.

Logo depois desse papo sobre as frustrações das derrotas, foram abertas perguntas dos internautas para Bruninho. Foi o momento dele falar especificamente sobre a perda do ouro olímpico para a Rússia, em Londres. Ele afirmou que essa foi a derrota que mais ensinou. Fez entender o que ele precisava melhorar como a parte do controle emocional. Bruninho disse ter procurado o auxílio de um coach para evoluir mentalmente e reinventar-se. Ele encerrou a live anunciando ter como meta, disputar pelo menos mais dois Jogos Olímpicos, quem sabe, três.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s