AS ESTATÍSTICAS DA SUPERLIGA 2019/2020

Encerrada as cinco primeiras rodadas da Superliga Feminina 2019/2020, já é possível realizar um panorama do desempenho individual das atletas. Nesse momento da competição, pelo menos nas estatísticas, a aposta azeri Polina Rahimova do Sesi/Bauru é o grande destaque da temporada.

Ela lidera os números no serviço e na pontuação. Ao todo, Rahimova já marcou 97 pontos, sendo 12 deles em pontos diretos de saque. Na média de pontuação por sets, ela também está em 1º, seguida de perto por Tandara do Sesc/RJ. No total são 6,47 pontos por set contra 5 de Tandara.

No entanto, na eficiência de ataque, quem lidera os números é a central Walewska do Praia Clube, com quase 70% de aproveitamento. Outros centrais aparecem bem colocadas neste fundamento. É o caso de Carol Gattaz e Thaísa do Minas. Elas ocupam a 3ª e 5ª posição nas estatísticas de ataque, respectivamente, com mais de 60% de eficiência.

Já no bloqueio, a central Roberta do Flamengo é o destaque da Superliga, até o momento, com 22 pontos diretos no fundamento. Na vice-liderança, aparece a central Juciely do Sesc/RJ, com 20 pontos de bloqueio. Em 3º lugar, a central da Thaísa do Minas com 18 pontos.

Na recepção, uma surpresa. A líbero Evelyn do Valinhos, lanterna da competição, lidera os números, com 77% de eficiência, a frente de grandes nomes do cenário nacional, como a líbero Leia do Minas, que está em 3º lugar.

No âmbito geral, analisando friamente os números, também chama a atenção, assim como a azeri Polina Rahimova, o desempenho individual da central Thaísa do Minas. Ela tem sido a bola de desafogo da levantadora Macris, destacando-se em vários fundamentos.

Além disso, a levantadora Claudinha do Praia é apontada, neste momento da temporada, como a melhor de sua posição. Também não poderia deixar de ser citado, a performance das jovens promessas do Barueri. Tainara e Lorenne estão bem colocadas na pontuação e a líbero Nyeme destaca-se na sua posição.

Masculino

No naipe masculino, após 4 rodadas, o oposto Renan do Vôlei Renata/Campinas lidera na pontuação, tanto geral, quanto na média por set. Ele é seguido de perto por Wallace do Sesc/RJ no total, porém, na média de pontos, o argentino Conte do Cruzeiro é o segundo colocado.

No bloqueio, no geral, o central Matheus Bispo do Minas é o grande destaque com 16 pontos diretos no fundamento. Ele está bem colocado também no ataque com 62% de eficiência. A liderança é de outro central, o Michel do Vôlei Renata, com 67% de aproveitamento.

No serviço, também no geral, em mais uma temporada, o central Éder do Sesi é um dos melhores na eficiência do saque. Ao todo, em 4 partidas, ela já marcou 9 pontos. Na vice-liderança, aparece o ponteiro Lucarelli do Taubaté com 6 pontos. Fechando o top 3 do fundamento, o levantador Everaldo do Maringá com 6 pontos.

Ainda pelas estatísticas, a linha de recepção do Minas e do Sesi são as melhores da competição até o momento. O ponteiro argentino Lazo do Minas lidera com 78% de eficiência. Também do Minas, o ponteiro Honorato é o 3º colocado com 73% de aproveitamento. Pelo Sesi, Lucas Lóh e Murilo aparecem em 2º e 4º lugares, respectivamente, com mais de 70% de eficiência no passe.

O time dos sonhos da Superliga Masculina 2019/2020, até agora, segundo a CBV, é formado pelo levantador Rodriguinho do Cruzeiro, o oposto Alan do Sesi, os centrais Éder do Sesi e Matheus Bispo do Minas, os ponteiros Maurício Borges do Sesc e Vaccari do Campinas e o líbero Maique do Minas.

Fonte: CBV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s