RESUMO DA COPA – dia 14

Foi encerrada a terceira rodada da Copa do Mundo de vôlei masculino 2019. Com jogos em Nagano e Fukuoka, no Japão, a competição terminou esses primeiros três jogos com apenas o Brasil na liderança. Além disso, a seleção brasileira é a única ainda invicta no torneio. Os demais todos já perderam. Uns mais, outro menos. Seguem de perto o Brasil nesse momento da Copa, as seleções da Polônia e dos Estados Unidos.

Rodada 3

O dia na Copa do Mundo masculina de vôlei começou com duas viradas. Em Nagano, o Irã virou para cima do Canadá e conquistou a primeira vitória na competição. O placar final do jogo ficou em 3×1, com parciais de 18/25, 25/23, 27/25, 25/19, em favor dos iranianos. O oposto canadense Vernon foi o maior pontuador do confronto com 24 acertos.

O oposto canadense Vernon no ataque/Divulgação FIVB

Já em Fukuoka, após abrir 2×0 de vantagem no placar, com 28/26, 25/17, os argentinos permitiram a virada italiana de forma implacável com 25/12, 25/18 e 15/10. O oposto da Itália Gabriele Nelli foi o destaque individual do jogo. Ele anotou 23 pontos, sendo 21 no ataque e 2 de bloqueio.

Na sequência de jogos, em Nagano, outra virada, porém com muita disputa. Depois de perder a primeira parcial para a Austrália por 25/16, os russos viraram a partida para 2×1, com 25/22 e 28/26. Porém, o dia era australiano. Com muita perseverança, a Austrália passou na frente novamente, fechando a partida no tie-break, com 25/21 e 15/12. O australiano Stockton marcou 19 pontos, sendo a maior pontuação do confronto.

A seleção australiana comemora a vitória/Divulgação FIVB

Ainda pela terceira rodada, em Fukuoka, o clássico do dia entre Polônia e Estados Unidos. Melhor para os americanos, que se recuperam na competição após derrota na primeira partida da Copa para a Argentina. No fim, o placar ficou em 3×1, com parciais de 25/19, 25/20, 24/26, 27/25, em favor dos Estados Unidos. Foi o primeiro revés polonês na competição. O oposto americano Anderson foi o maior pontuador do duelo. Ele fez 23 pontos. Pela Polônia, Leon marcou 21 pontos.

Fechando o dia, o Japão venceu pela segunda vez na Copa do Mundo. Dessa vez, contra a Tunísia, pelo placar máximo, com parciais de 25/23, 25/21, 25/11. Mais uma vez, o japonês Nishida saiu de quadra como maior pontuador. Ele anotou 17 pontos, sendo 14 no ataque, 1 de bloqueio e 2 no serviço.

O japonês Nishida/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s