A COPA DO MUNDO MASCULINA 2019

A temporada de seleções no ano de 2019 no voleibol termina com a disputa da Copa do Mundo. A competição no naipe feminino encerrou-se no último domingo, 29 de Setembro. Na categoria masculina o torneio começa hoje, terça-feira, 1º de Outubro. Doze seleções se enfrentam no formato todos contra todos, com 11 jogos, em 15 dias. O país que somar o maior número de vitórias será declarado vencedor.

Participam da Copa do Mundo 2019, o país sede, o atual campeão mundial e as duas melhores seleções ranqueadas de cada continente, somando ao todo, nos dois naipes, 12 países. No masculino as seguintes seleções competem: Japão, Polônia, Rússia, Itália, Estados Unidos, Canadá, Irã, Austrália, Brasil, Argentina, Egito e Tunísia.

Em virtude da sede dos Jogos Olímpicos ser a capital do Japão, no caso Tóquio, excepcionalmente, a Copa do Mundo não irá distribuir vagas para as Olimpíadas de 2020. Para atrair o interesse das seleções para a competição e diminuir o impacto do esvaziamento causado pelo fato de não conceder classificação olímpica, a Federação Internacional de Vôlei aumentou a premiação da Copa do Mundo dada aos vencedores.

No entanto, mesmo com os apelos da FIVB, as principais seleções irão poupar seus principais jogadores e mesclar os times com seleções alternativas. No caso dos Estados Unidos, atuais campeões da Copa do Mundo, de sua equipe considerada titular, apenas o ponteiro Sander ficará de fora por problemas de lesão. Ao contrário dos adversários, os americanos não possuem tantas opções de jogadores para montar sua seleção. Portanto, não podem se dar ao luxo de jogar com um time alternativo.

Por isso mesmo, em se tratando de favoritos, na opinião do blog, a disputa do título está aberta. Com alguns países sem força máxima, representados por equipes B, tudo pode acontecer. Principalmente, pelo equilíbrio de forças do voleibol masculino. No entanto, analisando friamente, Brasil, Estados Unidos e Polônia largam na frente. Também possuem boas chances: Itália e Rússia. Correm por fora, Canadá, Argentina e Irã.

Seleção masculina

A seleção brasileira masculina de vôlei contará na Copa do Mundo 2019 com força máxima, com exceção do campeão olímpico, na Rio 2016, o oposto Wallace. Em seu lugar, o jovem Alan deve receber a grande chance de sua carreira. O Brasil estreia na competição, na terça-feira, 1º de Outubro, logo cedo, às 6h da manhã contra o Canadá, na cidade de Nagano. Na sequência, no dia seguinte, 2 de Outubro, enfrenta a Austrália, no mesmo horário.

Para os brasileiros, a competição servirá para aumentar o entrosamento do time com o ponteiro cubano naturalizado brasileiro Leal. Com quase força máxima, a responsabilidade da seleção brasileira com a Copa do Mundo 2019 é enorme. Não cairá bem para os atuais campeões olímpicos, ficar de fora do pódio do torneio, tendo como oponentes equipes alternativas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s