AS FINAIS DA VNL MASCULINA

image

A seleção brasileira masculina estreia hoje na fase final da Liga das Nações Masculina 2019. O adversário da abertura das finais será a Polônia. O Brasil encerrou a 1ª fase da competição na liderança. Com apenas uma derrota, em 15 jogos, os brasileiros são cabeça de chave do grupo B das finais, disputadas em Chicago, nos Estados Unidos. No mesmo grupo, além dos poloneses, o Brasil terá como oponente os iranianos. Na outra chave estão os americanos, anfritriões, junto de Rússia e França. Os dois melhores de cada grupo avançam para as semifinais. Os vencedores desses confrontos fazem a grande final no domingo, 14 de julho.

Como na versão feminina, algumas seleções finalistas não estarão com a força máxima. É o caso de Polônia, Rússia e França. O motivo é a proximidade do Pré-Olímpico e o calendário de clubes exaustivo. Ao que parece, ao contrário da seleção chinesa feminina, anfitriã das finais da VNL, a seleção americana masculina irá competir na fase final, dentro de casa, com os seus principais jogadores, entre eles, Matt Anderson. O que não deixa de ser atrativo, depois do vexame protagonizado pela comissão técnica chinesa em jogar as finais, em seus domínios, com um time C.

O Brasil é o principal favorito ao título. Os atuais campeões olímpicos nunca conquistaram a competição. Em 2018, ano inaugural da Liga das Nações, os brasileiros sequer subiram ao pódio, terminaram na 4ª posição, atrás de Rússia, França e Estados Unidos, respectivamente. Se compararmos o retrospecto brasileiro com a Liga Mundial, torneio anterior correspondente a VNL, o Brasil venceu pela última vez em 2010, há 9 anos. Durante esse período, foram cinco vice-campeonatos, em 7 oportunidades. Portanto, dadas as condições, essa é a grande chance para os brasileiros retomarem o protagonismo na competição.

Entre os principais concorrentes do Brasil na disputa do título de 2019, estão pela ordem de favoritismo: Estados Unidos, Rússia, França e Irã. A seleção americana jogando em casa e com a força máxima é a principal ameaça ao título brasileiro. Talvez, a falta de ritmo de jogo atrapalhe os americanos. Já a Rússia, atual campeã da VNL, em processo avançado de renovação, não terá o oposto Mikhaylov. Isso não quer dizer que o time não esteja forte na defesa do título. O oposto reserva Poletaev é um dos destaques da campanha russa, em 2019, ao lado de Kiliuka, Kurkaev e cia.

Além de russos e americanos, correm por fora França e Irã. Sem contar com suas principais estrelas nas finais, como o ponteiro Ngapeth, a França provou a força de seu conjunto na fase regular. No grupo mais difícil das finais, ao lado de Estados Unidos e Rússia, os franceses podem dificultar a vida dos donos da casa e dos atuais campeões da Liga das Nações. Já o Irã realizou a 2ª melhor campanha da 1ª fase. Com um bom time, os iranianos possuem uma motivação diplomática para surpreender e vencer no território “inimigo”. Com um time totalmente reserva, a Polônia, atual bicampeã mundial, é a seleção com menos chances de título.

A TABELA DAS FINAIS
Hoje 10/07 18:30 Grupo B Brasil X Polônia SPORTV 2
Hoje 10/07 21:30 Grupo A Estados Unidos X França SPORTV 3
Quinta 11/07 19:00 Grupo B Irã X Polônia SPORTV 2
Quinta 11/07 22:00 Grupo A Rússia X França SPORTV 2
Sexta 12/07 19:00 Grupo B Brasil X Irã SPORTV 2
Sexta 12/07 22:00 Grupo A Estados Unidos X Rússia SPORTV 2
Sábado 13/07 19:00 Semifinal SPORTV 2
Sábado 13/07 22:00 Semifinal SPORTV 2
Domingo 14/07 17:00 Disputa do Bronze SPORTV 2
Domingo 14/07 20:00 Final SPORTV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s