EM PORTUGAL, BRASIL PERDE INVENCIBILIDADE

image

A seleção brasileira masculina de vôlei perdeu a invencibilidade na Liga das Nações. Jogando em Portugal, na cidade de Gondomar, o Brasil foi derrotado pelo time alternativo da Sérvia no tie-break. Ainda na mesma semana, os brasileiros venceram China e Portugal pelo placar máximo. Com os resultados, o Brasil também perdeu a liderança na competição. Com 22 pontos, 8 vitórias e uma derrota, a seleção brasileira é vice-líder. Na dianteira da classificação, com um final de semana perfeito, com triunfos sobre Canadá, Polônia e Rússia, o Irã assumiu a ponta da tabela com 24 pontos. Nessa semana, o Brasil será anfitrião da Ligas das Nações recebendo para confrontos em Cuiabá, Bulgária, Alemanha e Rússia.

A semana brasileira na VNL masculina

BRASIL 2×3 SÉRVIA 25/17, 22/25, 25/17, 20/25, 12/15

Na estreia de Bruninho na Liga das Nações 2019, brasileiros e sérvios fizeram uma partida de muito erros. Foram 73 no total. Em todas as parciais, o desequilíbrio nos números de erros foram decisivos para os dois lados. O Brasil apresentou novamente dificuldades com o saque flutuante. O bloqueio foi o fundamento preponderante para a vitória da Sérvia. O técnico Nikola Grbic utilizou três opostos na partida, em diferentes momentos. No tie-break, a linha de recepção brasileira praticamente entregou três pontos seguidos em bolas de xeque para o adversário. No fim, 15/12, para a Sérvia.

BRASIL 3×0 CHINA 25/15, 25/18, 25/22

O Brasil não tomou conhecimento da China. Com uma escalação diferente da derrota para a Sérvia, em uma atuação de gala coletiva, os brasileiros derrotaram os chineses em ritmo de treino. Mesmo errando mais que o oponente, o Brasil bateu a China rapidamente em pouco mais de uma hora. A linha de passe ganhou consistência com a presença de Douglas Souza no lugar de Leal. Apesar da baixa resistência, a China foi melhor no bloqueio, com um time alto e forte. Foram 7 pontos contra 3 do Brasil. Com o adversário nas cordas, os brasileiros chegaram a relaxar, porém fizeram o suficiente para fechar o jogo em 3×0.

PORTUGAL 0x3 BRASIL 19/25, 21/25, 18/25

Portugal apostou tudo no serviço contra o Brasil. Começando bem no fundamento, com saques flutuantes, os portugueses conquistaram uma dianteira no placar da primeira parcial. No entanto, não conseguiram sustentar a virada de bola, com muitos erros em sequência. O Brasil não fez força para vencer a partida. Atuando de maneira burocrática, os brasileiros foram beneficiados pelo excesso de erros dos portugueses. No total, Portugal cedeu 29 pontos em erros. O bloqueio do Brasil ficou devendo mais uma vez e não pontuou no jogo. O ponteiro Leal foi o maior pontuador do confronto com 15 pontos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s