A ESTREIA DA LIGA DAS NAÇÕES MASCULINA 2019

image

Teve início no final de semana, a Liga das Nações masculina 2019. Na reedição da final da primeira edição da competição, os franceses deram o troco da derrota em casa, em 2018, para os russos, e bateram os atuais campeões por 3×1. Na mesma sede, na Sérvia, uma das surpresas da primeira semana, o Japão venceu os donos da casa, por 3×1, e fez bons jogos contra França e Rússia. Mesmo com os adversários incompletos, o feito japonês é enorme e demonstra que eles irão fazer bonito, dentro de casa, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Outra grata surpresa é a campanha invicta do Irã. Com três vitórias sobre Itália, China e Alemanha, os iranianos lideram a Liga das Nações 2019, nos critérios de desempate, com 9 pontos. Na vice-liderança, aparece a França, também com três vitórias, mas todas pelo placar de 3×1. Fechando o grupo com 3 vitórias, em 3 jogos, está o Brasil. No entanto, com 8 pontos, já que precisou do tie-break para vencer a Austrália, além de derrotar os americanos pelo placar máximo e os poloneses por 3×1.

Falando em Brasil, finalmente, o ponteiro cubano naturalizado brasileiro Leal fez sua estreia com a camisa da seleção brasileira, diante da Austrália. Ainda longe do ideal, sua atuação contra os australianos foi discreta. Mas, já no dia seguinte, no duelo com a Polônia, o Brasil promoveu o grande teste, com Leal e Lucarelli juntos na ponta, e a julgar pelo desempenho dos dois nesse jogo, as expectativas para o Brasil na temporada são excelentes.

Também chamou a atenção, nessa semana, a performance do bloqueio brasileiro. Grande responsável pelos triunfos contra Estados Unidos, Austrália e Polônia, o baixo rendimento no fundamento, foi apontado como um dos culpados pela perda do Mundial, em 2018.

A semana brasileira na VNL masculina

ESTADOS UNIDOS 0x3 BRASIL 22/25, 22/25, 23/25
Os americanos iniciaram o jogo melhor que o Brasil, com pressão no saque e na virada de bola. Aos poucos, os brasileiros ajustaram o seu sistema defensivo, confirmando os pontos em contra-ataques. Com o placar igual, na primeira parcial, os Estados Unidos perderam rendimento no serviço. Com bom volume de jogo, no fundo de quadra, os brasileiros induziram os americanos ao erro. Sem muita paciência, os Estados Unidos cederam 30 pontos em erros, contra apenas 16 do Brasil. Mesmo com uma virada de bola superior, os americanos saíram de quadra derrotados. Nesse nível, tal número de erros, inviabiliza qualquer chance de vitória.

BRASIL 3×2 AUSTRÁLIA 32/34, 25/16, 25/19, 27/29, 15/13
Brasileiros e australianos imprimiram um ritmo forte de jogo. Na estreia de Leal, o saque flutuante australiano colocou o Brasil em dificuldade. Mais uma vez, errando pouco e subindo muitas bolas no fundo de quadra, os brasileiros se safaram de uma derrota inesperada. O sistema defensivo foi o grande responsável pelo triunfo. O bloqueio, além de 13 pontos diretos, amorteceu muitas bolas. O oposto Wallace foi o maior pontuador do jogo, com 23 pontos. A instabilidade no passe, provocou novamente, uma virada de bola inferior à adversária.

BRASIL 3×1 POLÔNIA 22/25, 25/15, 25/21, 25/17
Com Leal e Lucarelli em quadra, o Brasil realizou a sua melhor partida na semana. Saindo atrás no placar, os brasileiros fizeram dois sets quase perfeitos, o segundo e o quarto, e viraram o jogo. Superior em todos os fundamentos, o Brasil calou a fanática torcida polonesa. A virada de bola e o bloqueio foram decisivos para a vitória. Apesar disso, os brasileiros cometeram o maior número de erros na semana e tiveram dificuldades com o saque flutuante, mais uma vez. Leal e Lucarelli, juntos, foram responsáveis por quase 30% dos pontos brasileiros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s