AS FINAIS DA SUPERLIGA MASCULINA

image

Começa hoje, a série decisiva da Superliga Masculina que irá definir o campeão da temporada. Ao contrário do naipe feminino, as finais do masculino acontecem em melhor de cinco jogos. Na grande final, dois times paulistas brigam pelo lugar mais alto do pódio. Em sua quinta final, o Sesi tenta o bicampeonato. O Taubaté busca o inédito título pela segunda vez. Na temporada uma vitória para cada lado, fora de casa, por 3×1. Abaixo você confere os detalhes das finais da Superliga Masculina.

Sesi/SP X EMS/Funvic/Taubaté
O Sesi/SP não perde na Superliga há 18 jogos. A única derrota do time em 2019, em competições nacionais, ocorreu na Copa do Brasil, para o Maringá, dentro de casa, quando o time foi eliminado do torneio. Apesar disso, a equipe dirigida pelo técnico Rubinho precisa livrar-se da marca de freguês do seu adversário da final da Superliga. No âmbito estadual, é ampla a vantagem de Taubaté sobre o Sesi. O Taubaté é o atual pentacampeão paulista. No entanto, isso não quer dizer, que não será parelha a disputa do título da Superliga. Em confrontos diretos, o Sesi sempre ofereceu resistência ao Taubaté. O duelo nunca foi fácil. Além disso, o Sesi chega à final mais organizado e aplicado taticamente que seu oponente. O levantador William conseguiu colocar em jogo todas as suas opções de ataque, o que faz a diferença em momentos decisivos. Com o passe na mão, será difícil o Sesi não conquistar o título da Superliga.

O Taubaté realiza um excelente campeonato de recuperação. Com diversos problemas durante a temporada, desde problemas internos a contusões, o time do interior paulista conseguiu chegar a final desbancando o poderoso Cruzeiro. Com a chegada do técnico da seleção brasileira masculina, Renan Dal Zotto, o Taubaté ganhou em consistência. O rendimento do time no ataque cresceu e o volume de jogo no fundo de quadra melhorou substancialmente. Até mesmo surpresas táticas, como a linha de passe com 4 jogadores, foram usadas para deter o serviço cruzeirense. Contra o Sesi, no PLAYOFF final, não será surpresa, caso Renan utilize de mudanças táticas para sair de situações complicadas no jogo. Se conseguir manter o nível de jogo apresentado nas semifinais, o Taubaté poderá entrar para a história da Superliga como o campeão de última hora.

PLAYOFF FINAL
23/04 21:30 JOGO 1 Sesi X Taubaté
27/04 21:30 JOGO 2 Taubaté X Sesi
30/04 21:30 JOGO 3 Sesi X Taubaté
Se necessário
04/05 21:30 JOGO 4 Taubaté X Sesi
11/05 21:30 JOGO 5 Sesi X Taubaté

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s