OS PLAYOFFS DA SUPERLIGA FEMININA

image

Começa hoje a fase quartas-de-final da Superliga Feminina. Os confrontos foram definidos, ao final da última rodada da fase regular, na sexta-feira passada. Com uma vitória por 3×0 sobre o Curitiba, fora de casa, o Minas terminou na liderança da 1ª fase. Seu primeiro adversário nos playoffs será justamente o Curitiba, 8º colocado. Com a derrota para o Sesc/Rio, por 3×0, em Uberlândia, o Praia Clube, vice-líder, enfrenta o Fluminense, 7º colocado. Já o Sesc/Rio, 3º, encara o Sesi/Bauru, 6º. Finalizando os confrontos dessa fase, o Barueri, 4º, joga contra o Osasco, 5º. Abaixo você confere os detalhes dos duelos de quartas-de-final da Superliga Feminina.

Minas X Curitiba
O líder da fase regular, Itambé/Minas terá pela frente, teoricamente, o confronto mais tranquilo das quartas-de-final. Diante do Curitiba, o time comandando pelo italiano Stefano Lavarini não deverá encontrar dificuldades. No entanto, ao final do returno, o Minas deu sinais de desgaste físico em virtude do calendário apertado e do excesso de jogos. Não a toa, Lavarini poupou a ponteira Natália em diversos jogos da fase classificatória. Por isso mesmo, ao contrário de outras temporadas, o Minas escolheu realizar o jogo 1 do duelo contra o Curitiba, fora de casa. Para evitar o cansaço, ao que parece, o Minas se aproveitou do fato de ter encerrado a 1ª fase, em Curitiba, contra o time da casa, e preferiu permanecer na cidade para o jogo 1.

Já o Curitiba, com uma surpreendente campanha, desbancou das quartas-de-final, o tradicional Pinheiros e o São Caetano, do técnico Antônio Rizola. O time paranaense subiu da Superliga B, nesta temporada, e conquistou a classificação com um desempenho acima do esperado. Contra o Minas, será um franco-atirador. Para o Curitiba, daqui em diante, o que vier é lucro. Mesmo inferior tecnicamente, o time deverá oferecer alguma resistência ao Minas. Principalmente, no jogo 1, dentro de seus domínios. O retrospecto na 1ª fase, não é muito favorável. Nos dois jogos realizados, o Curitiba saiu derrotado por 3×0.

PLAYOFF QUARTAS-DE-FINAL
18/03 19:00 JOGO 1 Curitiba X Minas
21/03 19:00 JOGO 2 Minas X Curitiba
Se necessário
25/03 19:00 JOGO 3 Minas X Curitiba

Praia Clube X Fluminense
O atual campeão da Superliga, Praia Clube, vice-líder da fase classificatória, enfrenta nas quartas-de-final o adversário mais imprevisível dos playoffs, o Fluminense. Com campanha irregular, não dá para saber qual Fluminense entrará em quadra contra o Praia. Durante a fase regular, o tricolor carioca oscilou bastante e teve muitas dificuldades diante dos times considerados inferiores tecnicamente. No entanto, o Fluminense conseguiu a proeza de derrotar os favoritos Rio e Osasco, fora de casa, no turno. Já nas duas partidas realizadas com o Praia, o time das Laranjeiras não teve a mesma sorte. Perdeu, os dois jogos, no Rio e em Uberlândia, por 3×0.

Para o Praia todo cuidado é pouco. A equipe ainda ressente do entrosamento da levantadora americana Lloyd com suas atacantes. Outras jogadoras tiveram queda de rendimento. Apesar disso, o time de Uberlândia conseguiu bater o Minas, seu principal adversário pelo título, pela 1ª vez na temporada, em BH, no 2º turno, por 3×2. Não fosse a inesperada derrota para o São Caetano, no returno, em casa, por 3×1, o Praia teria terminado a fase regular em 1º lugar, e conquistado o direito de decidir em casa, em todas as fases do playoff.

PLAYOFF QUARTAS-DE-FINAL
18/03 21:30 JOGO 1 Praia X Fluminense
21/03 21:30 JOGO 2 Fluminense X Praia
Se necessário
25/03 21:30 JOGO 3 Praia X Fluminense

Sesc/Rio X Sesi/Bauru
Com problemas de contusão durante a temporada, o Sesc/Rio do técnico Bernardinho, ainda precisa se ajustar, se quiser alçar voos mais altos na competição. Com o retorno de Drussyla, o time ganhou um novo padrão tático. Com todas as peças à disposição, Bernardinho poderá surpreender os adversários com variações em seu sistema de jogo. Contra o Bauru, a equipe carioca não irá encontrar moleza. Nos dois jogos da fase regular, o Sesc/Rio teve muitas dificuldades para bater o Bauru. Apesar de ter vencido os confrontos, as duas partidas foram decididas apenas no tie-break. Para complicar ainda mais, pela Copa do Brasil, o Rio foi eliminado pelo Bauru, fora de casa, por 3×2, no mês de janeiro.

Já o Bauru, terminou a fase regular de forma melancólica. Dentro de casa, foi derrotado por um desmotivado Fluminense, já classificado, por 3×1. O técnico Anderson Rodrigues possui várias opções no elenco, mas as peças não se encaixam. Com Tiffany deslocada para a ponta, o time sofre na recepção e ganha em potência de ataque. Porém, ao que parece, a jogadora está sobrecarregada e bem marcada pelos adversários. Também, segundo a imprensa, existe pressão por resultados. A boa notícia, é que o Rio não vive a sua melhor fase, e já foi eliminado pelo Bauru na Copa do Brasil deste ano.

PLAYOFF QUARTAS-DE-FINAL
19/03 21:30 JOGO 1 Sesi/Bauru X Sesc/Rio
22/03 21:30 JOGO 2 Sesc/Rio X Sesi/Bauru
Se necessário
26/03 21:30 JOGO 3 Sesc/Rio X Sesi/Bauru

Hinode/Barueri X Osasco/Audax
Um dos confrontos mais parelhos, senão o mais equilibrado das quartas-de-final, Barueri contra Osasco, promete fortes emoções. Como na temporada passada, o duelo se repete, na mesma fase da competição, mas dessa vez, com a vantagem de decidir em casa, para o time de José Roberto Guimarães. No entanto, desde a sua criação, Osasco tem sido a pedra no sapato de Barueri, responsável pelas eliminações do time no Campeonato Paulista, na Superliga e na Copa do Brasil. Com a polonesa Skowronska em grande forma, Barueri espera mudar essa escrita. Na fase classificatória, para variar, foram duas derrotas, 3×2, em casa, 3×0, em Osasco.

Depois de tropeçar no começo da temporada, Osasco realizou uma das melhores campanhas no returno e já ameaça os favoritos Minas e Praia. A oposta americana Hooker é uma das esperanças da equipe no ataque. Ela cresceu sua performance no fundamento e será uma das dores de cabeça para o time de José Roberto Guimarães. Junto com ela, toda a equipe de Osasco melhorou o seu rendimento. Apesar de decidir fora de casa, não dá para descartar Osasco. Ainda mais, quando o restrospecto contra o adversário é favorável.

PLAYOFF QUARTAS-DE-FINAL
19/03 19:00 JOGO 1 Barueri X Osasco
22/03 19:00 JOGO 2 Osasco X Barueri
Se necessário
26/03 19:00 JOGO 3 Barueri X Osasco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s