SADA/CRUZEIRO É TETRACAMPEÃO DA COPA DO BRASIL

O Sada/Cruzeiro derrotou o Fiat/Minas na final da Copa do Brasil 2019, disputada em Lages, Santa Catarina, e sagrou-se campeão da competição. Na decisão, o time cruzeirense conquistou o título do torneio, com uma vitória por 3×0, com parciais de 29/27, 25/22, 25/22. O oposto Evandro foi o destaque individual da finalíssima. Ele anotou 13 pontos. Este foi o quarto título do Cruzeiro na história da Copa do Brasil. Anteriormente, a equipe comandada pelo técnico argentino Marcelo Mendez havia vencido as edições de 2014, 2016, 2018.

GRANDE FINAL

Na disputa do título, o Fiat/Minas começou o jogo com um saque agressivo, responsável por três pontos diretos na primeira parcial. Ao contrário dos cruzeirenses, o Minas confirmava os contra-ataques e tinha uma boa frente de pontos no placar. Adotando a estratégia adversária no serviço, o Sada reequilibrou a partida. O Minas sofria com a queda na virada de bola. No momento decisivo do set, as mudanças realizadas pelo técnico Marcelo Mendez fizeram a diferença. 29/27 para o Cruzeiro.

Na segunda parcial, o Cruzeiro aumentou a pressão no saque. Além de uma queda ainda maior na virada de bola, o Minas perdeu eficiência na recepção. O levantador Marlon do Minas teve muitas dificuldades para trabalhar com o passe ruim. O Cruzeiro diminuiu o número de erros, em relação ao 1º set. O técnico minas-tenista Nery Tambeiro inverteu a rede. Uma passagem no serviço do central Flávio recolocou o Minas no jogo. O ponteiro Rodriguinho do Cruzeiro sofreu pressão no passe e foi substituído por Filipe. O Minas ficou a dois pontos do Cruzeiro. Na reta final do set, o bloqueio cruzeirense parou com qualquer chance de reação do Minas, 25/22.

O Cruzeiro cresceu no volume de jogo no 3º set. Com uma virada de bola efetiva, saque agressivo, bloqueio anulando os centrais do Minas e defesa no fundo de quadra, o Cruzeiro não deixou o Minas jogar. Abatido, o time minas-tenista não aproveitava as oportunidades para reagir. O time foi para o suicídio no saque. Com grande vantagem, os cruzeirenses perderam a concentração na partida. O jogo perdeu em qualidade técnica. Em um erro de saque do Minas, o Cruzeiro fechou a parcial e venceu a Copa do Brasil 2019, 25/22.

SADA/CRUZEIRO Cachopa, Evandro, Isac, Le Roux, Sander, Rodriguinho, Serginho. Entraram: Sandro, Luan, Léo, Filipe. Técnico: Marcelo Mendez

FIAT/MINAS Marlon, Felipe Roque, Flávio, Pingo, Honorato, Bob, Maique. Entraram: Winck, Davy, Piá, Elian. Técnico: Nery Tambeiro

A CAMPANHA DO TÍTULO
Quartas-de-final
15/01 Sada/Cruzeiro 3×1 Vôlei Itapetininga
27/25, 25/21, 24/26, 25/14
Semifinal
26/01 Sada/Cruzeiro 3×1 Copel Telecom Maringá
25/21, 23/25, 25/21, 25/15
Final
27/01 Sada/Cruzeiro 3×0 Fiat/Minas
29/27, 25/22, 25/22

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s