SELEÇÃO FEMININA BATE DOMINICANAS NO MUNDIAL

image

A seleção feminina de vôlei venceu seu segundo compromisso no Campeonato Mundial de Vôlei. Jogando contra a República Dominicana, em jogo válido pela segunda rodada do grupo D, as brasileiras derrotaram as dominicanas por 3×0, com parciais de 25/15, 25/20, 25/22.

O destaque da seleção brasileira na partida foi a eficiência no bloqueio. Ao todo, foram 14 pontos no fundamento, uma média de quase 5 pontos por set. A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do jogo, com 15 pontos, sendo 14 de ataque e 1 de saque. Pela República Dominicana, a oposta Gonzalez anotou 10 pontos.

Na próxima rodada do grupo D, o Brasil faz um confronto decisivo contra a Sérvia. O jogo é logo mais, a partir das 7h20 da manhã, com transmissão do SPORTV.

RESUMO
O Brasil começou o jogo cometendo erros infantis. As dominicanas chegaram a abrir 4 pontos de vantagem. Aos poucos, as brasileiras entraram no jogo explorando a deficiência das dominicanas na recepção. O sistema defensivo do Brasil era preponderante. As brasileiras confirmavam os contra-ataques e a República Dominicana estava completamente desorientada com o volume de jogo brasileiro. Sem dificuldade, o Brasil venceu o 1º set, 25/15.

Na segunda parcial, a linha de recepção dominicana ficou mais estável. No entanto, com pouca inteligência, faltava paciência no ataque. O Brasil não deixava as dominicanas jogarem. O técnico da República Dominicana, Marcos Kwiek trocou metade do time. Não teve jeito, as brasileiras eram superiores, apesar da melhora substancial da República Dominicana, 25/20.

No 3º set, o técnico da República Dominicana inverteu a rede, pela terceira vez no jogo, com uma terceira opção. A estratégia deu certo e o ataque dominicano ganhou consistência, com uma maior variação da levantadora Marte. As dominicanas chegaram a abrir 3 pontos de frente.

O bloqueio do Brasil perdeu rendimento. O técnico brasileiro José Roberto Guimarães colocou a central Adenízia no jogo. Deu certo. Adenízia fez 3 pontos de bloqueio e recolocou o Brasil no páreo. A República Dominicana não confirmou a virada de bola e o Brasil teve o match point, 25/22.

BRASIL Dani Lins (0), Tandara (14), Bia (5), Carol (3), Gabi (15), Garay (11), Suelen (0). Entraram: Roberta (0), Rosamaria (5), Natália (0), Adenízia (3). Técnico: José Roberto Guimarães.

REP. DOMINICANA Marte (1), Gonzalez (10), Valdez (4), Jineiry Martinez (1), De La Cruz (6), Brayelin Martinez (7), Castillo (0). Entraram: Rivera (3), Eve (6), Dominguez (0), Mambru (0), Peña (9). Técnico: Marcos Kwiek

OUTROS RESULTADOS
Grupo A Camarões 0x3 Alemanha 14/25, 10/25, 16/25
Grupo A Argentina 0x3 México 20/25, 23/25, 23/25
Grupo A Japão 2×3 Holanda 25/27, 25/16, 26/28, 25/19, 13/15
Grupo B Canadá 0x3 Itália 15/25, 15/25, 18/25
Grupo B Cuba 0x3 Bulgária 10/25, 20/25, 14/25
Grupo B Turquia 0x3 China 18/25, 23/25, 23/25
Grupo C EUA 3×0 Trinidad Tobago 25/11, 25/11, 25/11
Grupo C Azerbaijão 3×1 Coréia do Sul 25/18, 25/18, 23/25, 25/18
Grupo C Tailândia 2×3 Rússia 25/21, 25/17, 13/25, 21/25, 9/15
Grupo D Cazaquistão 0x3 Porto Rico 21/25, 15/25, 22/25
Grupo D Quênia 0x3 Sérvia 16/25, 9/25, 8/25

image
O bloqueio brasileiro, responsável por 14 pontos no jogo/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s