COM ATUAÇÃO FANTÁSTICA, BRASIL ESTÁ NA FINAL DO MUNDIAL

image

A seleção brasileira masculina de vôlei fez uma excelente partida diante da Sérvia, na semi-final do Campeonato Mundial Masculino, e garantiu classificação para a grande final da competição, pela 5ª vez consecutiva. Contra os sérvios, o Brasil se impôs desde o começo do jogo e venceu por 3×0, com parciais de 25/22, 25/21, 25/22. O oposto sérvio Atanasijevic foi o maior pontuador do confronto, com 16 pontos. Pelo Brasil, Douglas Souza foi o maior anotador, com 11 pontos.

Na grande final, os brasileiros irão enfrentar os poloneses, que eliminaram os favoritos americanos, com uma vitória no tie-break, com parciais de 25/22, 20/25, 23/25, 25/20, 15/11. O duelo pelo título do Mundial 2018 será uma reedição da final de 2014. Naquela oportunidade, a Polônia bateu o Brasil, dentro de casa, e foi bicampeã mundial. Esta será a terceira vez que poloneses e brasileiros decidem o título do Campeonato Mundial. A primeira foi em 2006, no Japão, com vitória brasileira. Caso vença a competição, o Brasil será tetracampeão mundial.

NÚMEROS
Contra a Sérvia, o central Lucão teve uma de suas melhores atuações nesse Mundial. Com 100% de aproveitamento no ataque, ele foi o destaque individual do Brasil na partida. No serviço, Lucão marcou 1 ponto de saque e no 3º set quando o Brasil estava 4 pontos atrás da Sérvia, teve uma sequência de saques que recolocou a seleção brasileira no jogo. Até mesmo no bloqueio, fundamento em que sempre foi cobrado, Lucão contribuiu com 3 pontos diretos e vários rebotes que propiciaram contra-ataques aos brasileiros. Com esses números, Lucão é um forte candidato para a seleção do Mundial 2018.

RESUMO
O Brasil começou a partida com uma postura agressiva. Na passagem de Bruno pelo saque, foram dois pontos diretos que deram margem à seleção brasileira. O sistema defensivo do Brasil propiciava vários pontos confirmados em contra-ataques. A virada de bola era eficiente. Os sérvios tentavam equilibrar, mas erravam demais no serviço e tinham dificuldades na recepção. O Brasil encalhou uma passagem de rede e deu chances aos sérvios. Na sequência, retomou a consistência de seu jogo e fechou a parcial em 25/22.

A segunda parcial seguiu a tônica do 1º set. O Brasil impunha seu jogo e a Sérvia corria atrás. Novamente, o Brasil deixou os sérvios encostarem. Numa boa sequência de saque, o bloqueio brasileiro apareceu e o Brasil voltou a dianteira. Os sérvios foram para o tudo ou nada no serviço. Em um erro de saque do central Prodascanin, o Brasil fez 2×0, 25/21.

O 3º set iniciou com a Sérvia na frente. O Brasil parecia relaxado em quadra. Renan parou o jogo e aos poucos, os brasileiros voltaram para o jogo. A Sérvia mostrava estar disposta a dificultar a vida do Brasil. Com três pontos atrás, Renan inverteu a rede. Mais um vez, em boa sequência de saques, o Brasil voltou a frente no placar, para não deixar mais. Resultado: 3×0 para o Brasil e classificação para a grande final.

BRASIL Bruninho (3), Wallace (9), Lucão (10), Maurício Souza (9), Douglas Souza (11), Lipe (8), Thales (0). Entraram: William (1), Evandro (5), Lucas Lóh (0), Maique (0). Técnico: Renan Dal Zotto

SÉRVIA Jovovic (0), Atanasijevic (16), Lisinac (3), Prodascanin (5), Kovacevic (14), Ivovic (10) Majstorovic (0), Rosic (0). Entraram: Luburic (0), Krsmanovic (0). Técnico: Nikola Girbc

image
Lucão no ataque/Divulgação FIVB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s