OS DESTAQUES DA PRIMEIRA SEMANA DA LIGA DAS NAÇÕES FEMININA

Terminada a primeira semana de competições da Liga das Nações Feminina. Holanda e Turquia lideram a tabela de classificação, com três vitórias, em três jogos. A holandesas levam vantagem na pontuação, com 9 pontos, por terem conquistado suas três vitórias, sem necessidade de tie-break. Já a Turquia, necessitou do set desempate para bater os Estados Unidos, por isso, perdeu pontos. Vale destacar ainda que, tanto Holanda, quanto Turquia, conseguiram derrotar russas e americanas, respectivamente, como visitantes, dentro de seus domínios.

No entanto, é bom ressaltar, que as comissões técnicas, devido ao calendário apertado, o fim da temporada de clubes e o planejamento para o Campeonato Mundial de 2018, utilizaram nesse começo da Liga das Nações, times “alternativos” ou pouparam jogadoras por motivos diversos. Porém, isso não apaga o brilho de Holanda e Turquia. Assim como as demais seleções, holandesas e turcas atuaram com times mistos ou tiveram desfalques.

PLANEJAMENTO

Quem não deve ter gostado disso é a FIVB. Ao lançar a sua nova competição anual, era esperado por todos, que as seleções apresentassem o que de melhor possuem. Com o intuito de atrair público, a FIVB lançou a Liga das Nações e ficou presa ao calendário. Talvez, fosse necessário uma intervenção mais dura. Anos atrás, regras mais rígidas obrigavam as seleções a repetir 80% dos inscritos das seleções dos torneios anteriores. Isso tornava proibitivo o uso das competições para testes.

Além disso, infelizmente, a mudança na forma de premiação individual dos torneios da FIVB tornou a análise estatística restrita às seleções. Antes, era possível acessar os dados comparativos no próprio site das competições. Com a nova política de prêmios, a FIVB, em sua página na internet, disponibiliza apenas dados frios dos jogos, mas não agrupados em conjunto, em formato de ranking. Por exemplo, é difícil encontrar disponíveis estatísticas sobre fundamentos que não pontuam. Para piorar, agora, as “match reports” são exclusivas. Isso sem contar, os erros bizarros. Dessa forma, é impossível ter uma visão ampla do andamento das disputas.

PRÓXIMOS JOGOS

Na segunda semana, a Liga das Nações concentra os seus jogos no continente asiático. No Japão, a líder Holanda enfrenta os Estados Unidos, Bélgica e as donas da casa. Na Coréia do Sul enfrentam-se Itália, Rússia, Alemanha e coreanas. Na China, as campeãs olímpicas recebem em seu território Polônia, Sérvia e Tailândia. Todos essas seleções jogam entre si, em suas respectivas sedes.

O Brasil joga com a Turquia, a partir das 11h, em Ankara, cidade turca. A Turquia está invicta no torneio. Na sequência, a seleção brasileira feminina enfrenta a Argentina, na quarta-feira, dia 23, a partir das 8h da manhã e encerra sua participação na segunda semana da Liga das Nações, contra a República Dominicana, na quinta, dia 24, também ás 8h, hora de Brasília.

image

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s